Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

GESTÃO: Como Liderar pessoas de forma afinada?

Coral da Quarta Igreja Presbiteriana de Garanhuns, foi matéria em jornal de gestão e negócios.
Gerenciar uma empresa requer preparo, ferramentas adequadas, conhecimentos específicos, mas, sobretudo de pessoas. Ouvindo a harmonia encantadora de um coral, a elegância do maestro diante daquelas pessoas, cada uma dando o melhor de si através do seu talento vocal. Juntas, proporcionam volume, harmonia e beleza.Resolvi entrevistar aquele maestro. Tenho certeza que você poderá tirar algumas importantes lições desta nossa conversa, que reproduzo a seguir.

Com esta introdução, o jornalista Beto Duran, publica na edição deste mês de dezembro no Jornal Bons Negócios, uma entrevista com o maestro da Quarta Igreja Presbiteriana de Garanhuns.
Confira a entrevista:

O maestro é José Otávio Matias de Andrade, 38 anos, Bacharel em Música sacra com especialização em regência, 20 anos como regente, destes, três anos e meio como maestro da Quarta Igreja Presbiteriana de Garanhuns. Desde agosto vem realizando ensaios para as apresentações de final de ano com o coral daquela igreja. São 56 adultos e 80 crianças que compõem o coral. 136 pessoas diferentes, mas com um único objetivo.

Jornal Bons Negócios – Quais os desafios do maestro diante destas 136 pessoas?

Maestro Otávio Matias - Os desafios são inimagináveis, todos são voluntários e aprendizes, têm suas vidas cheias de responsabilidades no trabalho, em casa com suas famílias. O grande desafio é sem dúvida extrair o melhor de cada um, sem perder o afeto e o respeito que se deve ter com cada membro.

O padrão de qualidade nunca estará acima dos limites do grupo. Sempre coloco metas mais altas, mas consciente de que o grupo pode alcançar, com isso o grupo vem desenvolvendo sua qualidade musical ano após ano e isso já percebido de muitos. Compromisso com as pessoas vem em primeiro lugar.

JBN – Como lidar com as questões individuais de cada um? Afinal, limitações e problemas não são iguais.

Maestro Otávio Matias - Não é tarefa fácil! Procuro exemplos bíblicos para ajudar meus coristas e sem dúvida, algumas vezes, esses problemas acabam interferindo em minhas decisões quanto a escolha do repertório ou como vou me portar no ensaio para atingir meus objetivos.

JBN – De acordo com o tempo dos ensaios, ocorrendo desde agosto, quatro vezes ao mês com duração média de uma hora e meia, totaliza uma média de 30 horas ensaiando o coral. Para quanto tempo de apresentação?

Maestro Otávio Matias – 40 minutos.

JBN – Qual o recado que o senhor dar para quem lidera pessoas, buscando um resultado comum?

Maestro Otávio Matias – As pessoas normalmente se dedicam as coisas que acreditam. Metas bem claras, vibrar nas pequenas vitórias e fazer com que se percebam essas pequenas vitórias ajudam a mante-se no foco.

Como se observa, os melhores resultados acontecem quando: As pessoas são motivadas, acreditam em algo, são respeitadas, reconhecidas, valorizadas. Um esforço de contínuo aprimoramento durante 30 horas para 40 minutos de apresentação. A liderança precisa ter conhecimento, disciplina, dedicação e saber motivar o grupo a alcançar seu objetivo.

Beto Duran / Jornal Bons Negócios - Dezembro 2017

JUSTIÇA: Desbloquio do STF de verbas destinadas a educação para Garanhuns/PE e Araripe/CE

Recursos previstos constitucionalmente ou com destinação vinculada devem estar livres para a aplicação nas políticas públicas a que se referem. Assim entendeu a presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, ao suspender efeitos de decisões que bloquearam mais de R$ 27 milhões nas contas dos municípios de Araripe (CE) e Garanhuns (PE).

Ambos recebem transferências da União por meio de fundo para a edução básica (Fundeb), mas tiveram verbas congeladas por desembargadores do Tribunal Regional Federal da 5ª Região e do Tribunal Justiça de Pernambuco.

Cármen Lúcia, porém, suspendeu as liminares, por avaliar que alcançaram repasses constitucionais ou com destinação vinculada, sem que tenha havido qualquer cuidado ou ressalva nesse sentido.

“Nesse exame preliminar e precário, próprio deste momento processual, não parece consentâneo com o princípio da supremacia do interesse público sobre o interesse particular admitir a persistência da ordem de bloqueio a incidir sobre contas bancárias destinatárias de recursos vinculados, sob pena de frustrar a execução de políticas públicas educacionais em prejuízo da população local”, afirmou.

O município de Araripe teve R$ 17, 8 milhões bloqueados em processo de ação civil pública apresentada por um sindicato de servidores estaduais para impedir a livre disposição de recursos recebidos a título de complementação do Fundeb (R$ 29,7 milhões). A alegação era de que o equivalente a 60% deveria ser destinado à manutenção e desenvolvimento da educação básica e à valorização dos profissionais da educação.

A prefeitura respondeu que a ordem não foi precedida de citação para integrar a lide ou intimação para apresentar contrarrazões à apelação. Se isso tivesse ocorrido, poderia ter demonstrado que, a despeito dos repasses feitos pela União de 1999 a 2003, aplicou o percentual de 60% dos recursos recebidos pelo Fundef na remuneração dos profissionais do magistério.

O município alegou grave lesão à ordem pública, tendo em vista que, na atual conjuntura econômica do país, nenhum ente público pode ser privado de um montante dessa magnitude.

No caso de Garanhuns, mais de R$ 10 milhões ficaram paralisados na conta por meio de decisão de desembargador do TJ-PE. Segundo o município, o bloqueio incidiu sobre valores depositados em contas de convênios e programas federais titularizadas pelo município, a exemplo do Programa de Alimentação Escolar (Pnae) e o Fundeb, evidenciando risco de lesão à ordem e à economia públicas.

Com informações da Assessoria de Imprensa do STF.

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

MAGIA DO NATAL:Quinteto Violado se apresenta neste sábado (23) na Magia do Natal

Divulgaçao
O penúltimo fim de semana da Magia do Natal de Garanhuns promete trazer uma programação com diversas atrações na sexta-feira (22) e no sábado (23). O Palco Prefeitura conta com apresentações durante as duas noites. Na Praça Souto Filho, o Polo Infantil tem sua edição final no sábado, a partir das 16h30min. O Desfile do Papai Noel também faz uma de suas últimas apresentações, às 18h do mesmo dia, na Avenida Santo Antônio.

O Auto de Natal da Escola Elisa Coelho, da Trupe Professor Hildeberto Martins-Trhimar, será o primeiro espetáculo da noite da sexta-feira (22), no Palco Prefeitura. O momento inicia às 19h, em frente ao Palácio Celso Galvão. A Banda de Fanfarra Águia Dourada, da Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Frei Caetano de Messina, do município de Bom Conselho, também se apresenta, seguida da Gold Hits Orquestra. Quem encerra a noite é a banda O Disco, que fará um show repleto de covers do grupo Roupa Nova.

No sábado, a Praça Souto Filho, conhecida como Fonte Luminosa, vai se encher de encanto na última edição do Polo Infantil. A partir das 16h30min, o espetáculo “O verdadeiro sentido do Natal”, organizado pela Biblioteca Indústria do Conhecimento, do Sesi, e as “Histórias da Caixola” se apresentam no local. O Palco Prefeitura tem início às 19h, após o Desfile do Papai Noel, com as apresentações do Pastoril da Escola Jean Piaget e da cantora garanhuense, Amanda Back. A última atração será o Quinteto Violado, grupo nacionalmente conhecido, criado em 1970, no Recife. No domingo (24), não haverá programação.

A Magia do Natal é realizada pela Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Turismo e Cultura e conta com o patrocínio da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Ferreira Costa, Uninassau, Mano Imóveis, Casa das Balas, Farmácias FTB e Café Ouro Verde. A programação oficial está disponível no site www.garanhuns.pe.gov.br

APP – A “Magia do Natal” conta pela primeira vez com um aplicativo oficial. O app disponibiliza a programação do evento, guias turísticos, gastronômico e comercial. O aplicativo foi desenvolvido pela ArMidia Desenvolvimentos, empresa de Garanhuns, em parceria com a Prefeitura e está disponível para download para o sistema Android.

Por Daniela Batista / Secom PMG

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

SUCESSO: Comerciantes lucram até 400% a mais com Natal de Garanhuns

Gésika Rodrigues Especial para o NE10 Interior
Desde o início do evento "Magia do Natal" em Garanhuns, Agreste de Pernambuco, os pontos turísticos estão recebendo um número maior de visitantes. O evento começou no mês de novembro e vem atraindo pessoas de todo o País para a Cidade das Flores. É entre a quinta-feira e o domingo que se concentra o maior público. A estimativa da organização é que até o fim do evento 800 mil pessoas tenham passado pela cidade. E são os visitantes que têm ajudado a aquecer o comércio local. Turista do Recife, a veterinária Isabel Santos além de curtir a programação nos polos, decidiu passar em uma chocolataria famosa da cidade para levar presentes: "Estou aproveitando que é fim de ano pra comprar chocolates para os amigos secretos. Estou levando para os netos, filhas, marido, amigos".

Ainda não há dados oficiais sobre a movimentação financeira durante o evento e um levantamento está sendo realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, mas os comerciantes garantem que as vendas estão superando as expectativas. Dono de duas chocolatarias em Garanhuns, o empresário Flávio Murilo diz que a comercialização aumentou entre 20% e 25% em comparação aos outros meses. As duas lojas chegam a receber em média 800 pessoas por dia, por isso, oito funcionários foram contratados para reforçar o atendimento neste período. “Nós não tínhamos um Natal tão forte, e a Magia do Natal aqueceu todo o comércio", disse Flávio Murilo, que espera boas vendas até o fim do evento.

Um dos restaurantes que ficam na avenida Santo Antônio, lugar em que acontece a programação de shows, que recebe em média 40 pessoas por dia, teve um aumento de 400%. Segundo o dono do estabelecimento, Jarbas Brandão da Silva, muitos ônibus com turistas param no local. Para atender a demanda, também foi preciso reforçar o quadro de funcionários. “Contratamos 15 pessoas para os fins de semana por causa da festa”, afirmou o empresário.

Além dos estabelecimentos fixos, barracas foram montadas próximo ao Palco Prefeitura. Em um quiosque de um restaurante de comida japonesa, a movimentação tem sido intensa. A gerente, Bruna Rafaela, diz que além do retorno financeiro, a instalação do ponto provisório trouxe outro benefício: “Isso faz com que a gente divulgue nosso trabalho. A gente tem um retorno muito grande, nós conseguimos muitos clientes aqui pra nossa sede”.

Os vendedores ambulantes também comemoram boas vendas. O pedreiro Cícero Joaquim Ferreira encontrou na venda de frutas com chocolate uma oportunidade de ganhar um dinheiro extra. Há quinze anos comercializando em parques, pela primeira vez montou uma barraca no local. “Aqui estou conseguindo meu décimo terceiro salário”, disse o autônomo.

Gésika Rodrigues Especial para o NE10 Interior

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

EDUCAÇÃO EM GARANHUNS: Prefeito Izaías Régis, sancionou a Lei que veda a adoção da ideologia de gênero na Rede Municipal de Educação

Camila Queiroz / Secom PMG
Na tarde desta quarta-feira (13), o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, sancionou a Lei nº 4432/2017, que veda a adoção da ideologia de gênero nas práticas pedagógicas no cotidiano das escolas da rede Municipal de Ensino. Através do documento, assinado na presença de representantes da sociedade civil, Instituto Histórico Geográfico e Cultural de Garanhuns, Igrejas Católica e Evangélica “é vedada a abordagem direta ou indireta, bem como a prática de atividades pedagógicas, inclusive extraclasse, sobre temática referente a teoria, questões, identidade ou ideologia de gênero”. Estiveram presentes ainda os vereadores Audálio Ramos, autor do projeto de lei, Daniel Silva, Carla Patrícia, Alcindo Correia, Luzia Cordeiro, Gerson Filho e Ary Souto, o vice-prefeito Haroldo Vicente e secretários municipais de diversas pastas. A Lei resguarda como princípios educacionais a igualdade de condições, liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento a arte e o saber e o pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas. A Câmara de Vereadores tinha aprovado em duas votações, por 11 a um, o projeto de lei que tratava do assunto. O documento assinado pelo gestor municipal será enviado para publicação no Diário Oficial dos Municípios e passa a valer na data de publicação.

Fonte: Secom PMG

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

GARANHUNS: Empresa de bebidas criada no município comercializa para maior parte do Nordeste e para a Europa

“De uma coisa eu tenho certeza, estamos apenas começando o trabalho que eu sonho”, afirma o empresário Cirilo Gomes a reportagem do Jornal Bons Negócios.
Foto: Ademar Souza
“Uma empresa familiar, com muito orgulho”. A definição de Cirilo Gomes para a atual Ciber (Comércio e Indústria de Bebidas e Representações Limitadas) demonstra o quanto, desde o início, a empresa tem sido tratada como a construção contínua de algo maior e em constante crescimento. O diretor presidente conta a trajetória da instituição que existe há 32 anos, relembrando, que é necessário dedicação para atingir o nível atual do empreendimento.
Nascido em Quipapá, Cirilo Gomes trabalhava como padeiro em uma padaria de Garanhuns, quando a comprou em uma negociação baseada apenas em algo que era comum em tempos passados: a confiança. Em meio a uma crise financeira pela qual o Brasil passava, vendeu o negócio que chegou a ser um dos maiores do setor em Pernambuco e investiu em um produto que vende bem em qualquer época do ano: a cachaça. Nesse momento, apenas a Pinga Nordestina existia.

A fábrica cresceu e deixou o endereço inicial no bairro Boa Vista, em Garanhuns, para ocupar um espaço às margens da BR 423, onde uma réplica de uma garrafa imensa já deixava claro o produto fabricado ali. Há poucos anos, Cirilo vendeu o local e investiu em outra sede, muito maior, localizada no bairro Severiano Moraes Filho, onde está atualmente erguendo uma estrutura ainda mais robusta e focada em eficiência.

A marca Nordestina lançou vários tipos de embalagens e em 2005 foram iniciadas as exportações de cachaça e caipirinha para alguns países da Europa. Em 2008 foi lançada a Vodka Nordoff, o mix de bebidas de maior sucesso da empresa. Em seguida, a linha Nordoff Flavored Vodka passou a contar com sete sabores de frutas tropicais. As bebidas chegam atualmente aos estados de Pernambuco, Alagoas, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Sergipe e Bahia, além da Alemanha. Atualmente, a Ciber possui um mix de mais de 15 produtos, entre eles a Vodka Nordoff, a Nordestina (com as especificações Cachaça Adoçada, Ouro e Exportação), o Vinho Boa Páscoa, a Catuaba Fogosa, a Catuaba Donzela e o Licor de Menta Fino Nordestina. As cachaças do tipo Premium possuem um sabor requintado e doce que se deve ao descanso em barris de carvalho e por isso são tão apreciadas na Europa.

A Ciber participa de eventos em todo o país e realizou uma importante parceria com grandes nomes da rede hoteleira para expandir a inserção dos produtos no mercado. O investimento em tecnologia alemã e brasileira também possibilitou a otimização de processos.

“Foi muito trabalho e esforço em família para chegar até aqui. Hoje, meus filhos são uma engenheira química, dois administradores e uma arquiteta, todos envolvidos no negócio, além de outros familiares também. Tenho orgulho disso. Também contratamos consultorias fiscal e trabalhista, entre outras”, diz o presidente da Ciber.

Enquanto o mercado está demitindo funcionários, Cirilo planeja a contratação de mais 100 pessoas no próximo ano, para totalizar 200 entre equipes de produção e vendas. A área construída passará de 24 a 40 mil metros quadrados e a estrutura atual, que conta com laboratório, produção, logística, oficinas e armazenamento será incrementada. Outros produtos também entrarão no catálogo, bem como a produção de algumas bebidas em latinha.

Ao questionar se com essa ampliação estará realizado profissionalmente, Cirilo Gomes demonstra o que o fez passar de padeiro a exportador. “O sucesso de qualquer negócio é Deus, em segundo lugar a família e em terceiro o trabalho, a humildade e a honestidade. Tudo que conquistei até hoje foi com muito trabalho e posso dizer que temos solidez atualmente. Quando temos um negócio nesse porte, a gente não pode errar. E quanto mais o negócio cresce mais somos olhados. De uma coisa eu tenho certeza, estamos apenas começando o trabalho que eu sonho”, finaliza.

Por Edméa Ubirajara / Jornal Bons Negócios - Novembro 2017.

sábado, 9 de dezembro de 2017

EDSON DANTAS: Pastor e pai do acusado de ser um dos assinos do educador Betinho em 2015, vem a público falar sobre os erros da investigação.

"O que nos despertou a atenção foi que todas as testemunhas ouvidas, moradores, frequentadores e funcionários afirmaram que nunca viram meu filho no prédio", afirma o Pr. Edson a reportagem.
Folha de Pernambuco
Ademário Gomes tinha 19 anos quando foi indiciado por dois crimes: corrupção de menor e homicídio qualificado. Era um dos acusados pelo assassinato de José Bernard , o educador Betinho do Agnes, morto na noite de 16 de maio de 2015. Nesta quarta-feira (6), o pai dele, Edson Dantas, diretor do Colégio Presbiteriano Agnes Erskine deu uma entrevista ao Portal FolhaPE na qual fala sobre os erros da investigação que apontaram, injustamente, seu filho como criminoso. Dantas manteve-se em silêncio boa parte do tempo em que o processo correu e, três laudos depois, diz que a família recebeu aliviada as provas que inocentam Ademário, hoje com 21 anos.

Início das investigações
No começo, a gente estava naquela fase de ainda de buscar a verdade. Qualquer afirmação que a gente fizesse, teria sido como uma conjectura. Falei sobre a surpresa (com crime) e sobre a acusação (do filho, Ademário). Foi logo no começo, o inquérito não tinha sido nem concluído ainda. Com uma semana de investigação, o delegado já apontava os estudantes como responsáveis. Mas ele levou ainda quatro meses e 15 dias para concluir o inquérito e tudo o que foi apresentado foram esses fragmentos de digitais do meu menino, um fragmento de digital em uma cômoda da sala e, do menor, cinco digitais nos objetos utilizados no crime.

Testemunhas
O que nos despertou a atenção foi que todas as testemunhas ouvidas, moradores, frequentadores e funcionários afirmaram que nunca viram meu filho no prédio. Na audiência de instrução, meu filho estava presente e o Ministério Público perguntava à testemunha: você conhece aquele rapaz? Sabe quem é? Já viu alguma vez? E todos negaram. Nas filmagens das câmeras do prédio não existe nenhum registro de presença do meu filho e nem do menor.

Novos laudos

Nós contratamos um perito e, com a autorização da Justiça, trouxe a prova de que a digital que estavam atribuindo ao meu filho não pertencia a ele. Isso foi apresentado na audiência de instrução, quando o nosso perito levou as digitais e mostrou ao juiz e ao promotor: essa digital aqui não tem nada a ver com essa (diz, mostrando os documentos). Por conta disso, o juízo encaminhou para a Justiça Federal para fazer uma segunda perícia, que chegou a duas conclusões: 1) a digital não pertence ao acusado, a Ademário; 2) a digital pertence à vítima. Veja só: eles pegaram a digital da vítima e acusaram meu filho. O Ministério Público (MP), não satisfeito com esse resultado, se posicionou para que se fizesse uma terceira perícia, agora pelo Instituto de Criminalística (IC), que chegou às mesmas conclusões. O mesmo resultado teve a Polícia Federal. Nesse ínterim, o IITB (Instituto de Identificação Tavares Buril) mandou um ofício para o Ministério Público (MP) retificando o trabalho deles, os três papiloscopistas que, inicialmente e em entrevistas, afirmaram que a digital pertencia ao meu filho e as outras cinco, ao menor.

Eles dizem que no ofício enviado ao MP pelo IITB: “confrontos papiloscópicos resultantes das perícias realizadas no local de crime e no laboratório, como de praxe em nosso Estado, uma vez que não possui o sistema automatizado de análise de impressões digitais foi por comparação visual humana”. Eles elaboraram um laudo no olho. Aí eles enviaram esse ofício retificando e a única prova que tinha contra meu filho, que era a impressão digital (...). Então o que resta? Nada. A gente espera que o juiz determine uma absolvição sumária. Não só isso, esperamos também que os papiloscopistas sejam investigados pela Corregedoria.

Nova perícia para o adolescente

Quando saiu o laudo da Polícia Federal (PF) dizendo que a digital não pertencia ao meu filho, a defesa do menor solicitou que fosse feita a mesma coisa com as digitais dele. Aí esse material foi enviado para a PF em Brasília, que chegou à seguinte conclusão: as cinco digitais que eram atribuídas ao menor, quatro não têm como ser identificadas e a única que dá para saber de quem é, é da vítima, de Betinho. Aí se diz que é erro. É muito difícil aceitar que seja erro, foi um conjunto.

DNA

Eu não posso condenar ninguém, acusar ninguém, porque eu não quero fazer o que fizeram com a minha família. O que fizeram com esses dois estudantes. (...) Eu continuo acreditando nas instituições, mas eu sei que em todas elas existem pessoas que não correspondem à confiança que foi dada. Essas pessoas têm fé de ofício e, por isso, tiveram toda a credibilidade. O que foi que a mídia fez? Noticiou o que eles produziram, e muita gente acreditou. Quem não acreditou nessa história foi quem convivia com a gente. Esses papiloscopistas chegaram a afirmar de que o laudo deles tinha tanta credibilidade quanto o laudo produzido por DNA. O Ministério Público pergunta isso (nos autos) e os peritos do Instituto de Criminalística dizem o seguinte: de maneira nenhuma, esse laudo que foi feito ‘no olho’, está passível de erros. Um resultado de DNA é uma ‘prova ouro’ em termos do resultado do laudo. É para você ver o absurdo. Passaram quatro meses e 15 dias de investigação, todo esse tempo de exposição e de desgaste para todos nós.

“Um dia a verdade vai aparecer”

Foram momentos difíceis. Houve um susto muito grande, tanto pela morte de Betinho quanto pelas acusações dos estudantes e, pessoalmente, do meu filho. Meu mundo acabou, eu afirmei para mim mesmo. E ele disse: pai, eu nunca estive naquele prédio, nunca fui lá. Muitas vezes estávamos, a mãe dele e eu, angustiados, e ele dizia: ‘eu nunca fui lá, aquela digital não é minha não. Um dia a verdade vai aparecer’. E ela está aparecendo agora.

Ônus das acusações
A família toda foi penalizada. Ele estava na 3ª Série do Ensino Médio e, mesmo assim, ele foi aprovado em duas faculdades. Começou a estudar e quando foi em maio de 2016, que completou um ano e veio à tona toda a história de novo, nome, imagem, e tivemos que trancar a matrícula dele. (...) A vida dele é uma prisão domiciliar, praticamente. (...) A nossa vida toda parou.

Eu recebi ajuda não só emocional, financeira também. Tive uma custo muito alto para bancar toda essa situação. Algumas pessoas pensam que eu sou dono da escola, mas eu sou funcionário do colégio há sete anos, e eu recebi ajuda de muitas pessoas, por isso que a gente conseguiu ter uma estrutura para levar o caso. Eu sempre orei para que a verdade aparecesse, porque tem a vítima. Todo mundo gostava de Betinho, ele sempre agiu com muito profissionalismo dentro da escola. A vida privada é dele, e foi nessa vida privada que aconteceu o crime.

Eu cheguei a confrontar (Ademário): se a única maneira que você tivesse de escapar dessa situação fosse dizendo que esteve lá algum dia, não no dia do crime, você diz? Ele respondeu: "pai, eu não vou mentir". A pressão foi muito grande. Foi pedida a prisão preventiva dele. só quem passa por essa tensão é quem sabe o que é isso. Você tem um pedido de prisão batendo à sua porta. A gente não tinha experiência de nada, qualquer sirene já nos deixava assustados. Nesses dois anos e seis meses, não teve um dia de tranquilidade.

“Só precisa ler o processo”

Eu posso dizer que não precisa começar do zero, só precisa ler o processo, só precisa assistir às gravações das audiências de instrução. Tem material suficiente para perceber quem pode estar envolvido nesse crime. A gente vive um problema crônico. Esse processo passou por cinco promotores, a gente ia para uma audiência de isntrução, era o promotor de plantão, ele pega o processo. Vc acha q ele teve tempo de ler o processo e de assistir à audiência anterior? Eles vão lá para a peça acusatória, no final, e se baseiam naquilop ali. Eu espero mesmo que o ministério público designe um promotor para examinar profundamente o processo e as gravações da audiência de instrução. Eu tenho certeza que, assim, se derem tempo a um promotor o caminho para se chegar ao assassino vai ser bem claro

Um sentimento é de alívio, que o pesadelo está acabando. Mas, do outro lado, a luta continua, porque a gente precisa saber quem matou Betinho. Enquanto o nome do assassino não for revelado, muita gente ainda vai acreditar que foi Ademário. Torcemos para que justiça seja feita.

Nós vamos buscar os nossos direitos. Nós fomos penalizados, nós fomos envolvidos na cena do crime, toda a nossa família. “Ah, é filho de pastor. E olha aí o filho envolvido”, foi o q eu li. E outras coisas mais, porque as pessoas gostam de julgar. O dano foi muito grande. (...) eu cheguei a entregar minha carta de renúncia à escola e à igreja, mas nenhum dos dois aceitou, senão o dano teria sido bem maior.

Fonte: Folha de Pernambuco


sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

A MAGIA DO NATAL: Confira a programação deste fim de semana no Natal de Garanhuns

Um dos nomes da Jovem Guarda, The Fevers apresenta na Magia do Natal sua turnê “Vem Dançar”
Divulgação.
A Magia do Natal, nas terras de Garanhuns, não para: nesta sexta-feira (8), a programação recebe show da cantora Joanna, um dos nomes da Música Popular Brasileira. No mesmo dia, ainda se apresentam na festa o Grupo Harmonia de Flautas, o Coral Vozes das Colinas e a Banda Lux Time, esses três últimos iniciativas do Sesc Garanhuns.

Dona de sucessos como "Mãezinha do Céu", "Tô Fazendo Falta", "Amanhã Talvez" e "Recado", Joanna traz para o espetáculo Magia do Natal o romantismo da sua voz, forte característica que a fez reunir dezenas de sucesso em sua carreira de mais de 35 anos. Com 25 discos lançados, Joanna promete um show memorável e cheio de recordações.
No sábado (9), o grupo The Fevers comanda o palco principal junto com o Pastoril EREM João Fernandes e a cantora garanhuense Andrea Amorim. Antes dos shows, às 18h, o público confere o desfile do Papai Noel.

Um dos nomes da Jovem Guarda, The Fevers apresenta na Magia do Natal sua turnê “Vem Dançar”, que coleciona uma série de sucessos que atravessaram gerações. "Vem me Ajudar", "Mar de Rosas", "Marcas do que se for", "Cândida", "Por Causa de Você" e "Hey Girl" são alguns dos hits que não vão faltar no repertório da banda, que hoje já tem mais de 50 anos de carreira e vem percorrendo todo o Brasil com a nova turnê.

No domingo (10), após um novo desfile do Papai Noel, o grupo Coralino Raio de Luz, Léo Barros e Mistura Fina encerram as apresentações musicais do final de semana.

Toda a programação da Magia do Natal é gratuita. Os shows e apresentações culturais acontecem até o dia 31 de dezembro.

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

DIRETO DO CEARÁ: Gestão garanhuense integra evento de fortalecimento de municípios

Foto cedidas pela Secretaria Municipal
de Desenvolvimento Econômico
O município de Fortaleza, no Ceará, recebe durante esta terça (05) e quarta-feira (06), a comitiva de Pernambuco em Missão Técnica “Fortalecer Municípios – Programa de Governança Local e Articulação Federativa”, organizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Pernambuco (Sebrae) e pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), com o intuito de apresentar propostas para os municípios participantes, práticas que visam a desburocratização de processos e a melhoria do ambiente de negócios. Na ocasião, a secretária de Desenvolvimento Econômico de Garanhuns, Janecélia Marins participa do debate, representando o prefeito Izaías Régis.

Para o evento foram convidados diversos municípios de Pernambuco, com mais de 100 mil habitantes, que compõem o G100, para que conheçam o avanço na capital cearense, que tornou-se uma referência nacional para investimentos. Durante a abertura do evento, a titular da pasta apresentou o perfil econômico de Garanhuns, bem como o evento “Magia do Natal”, responsável por uma injeção na economia local durantes os meses de novembro e dezembro. “Podemos observar as práticas usadas aqui as quais resultam na desburocratização dos serviços públicos de atendimento aos empreendedores para que eles se sintam estimulados a abrir negócios, e levar para o nosso município, que também tem um grande potencial para receber investimentos de forma bem-sucedida”, afirmou Janecélia Marins.

Nesta terça-feira (05), os convidados puderam participar de uma coletiva de imprensa e reunião com o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, além de conhecer o portal de serviços Fortaleza Online. Já nesta quarta (06), será promovida uma visita à Sala do Empreendedor do Município de Horizonte, também no Ceará.

Por Aquilles Soares / Secom PMG

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

SEBRAE: Sebrae promove I Encontro de Empretecos do Agreste Meridional


O Sebrae em Pernambuco promove, na próxima sexta-feira (01), o I Encontro de Empretecos do Agreste Meridional. O evento tem o objetivo de reunir àqueles empreendedores que já participaram do curso Empretec e desejam receber atualizações sobre o mercado com o palestrante Aluísio Alves Dias. As inscrições estão abertas e custam R$ 10. Os interessados devem se inscrever no site loja.pe.sebrae.com.br ou buscar informações pelos contatos (87) 0800 570 0800 e (87) 3221 3333.

O encontro vai acontecer na unidade do Sebrae em Garanhuns, no dia 1º de dezembro, das 19h às 21h. Na ocasião, serão repassados conteúdos que englobam diversas técnicas, entre elas visão de futuro, Plano Integrado de Metas e Ações, mix de marketing, Porter – Estratégia Genérica, Balanced Scorecard, indicadores de desempenho, estabelecimento de objetivos, metas e responsabilidades e dashboard.

Serviço - I Encontro de Empretecos do Agreste Meridional
Quando: 01 de dezembro de 2017
Onde: Auditório da Unidade Sebrae Agreste Meridional
Horário: 19h às 21h
Investimento: 10,00 reais
Inscrições: no site www.loja.pe.sebrae.com.br
Informações: (87) 0800 570 0800 e (87) 3221 3333

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

PEDALANDO: Garanhuns Bike Race será realizado neste domingo (3)


Numa realização do Grupo Pedalada da Amizade, Garanhuns vivencia no próximo domingo (3) o 1º Garanhuns Bike Race. Trata-se de um evento de Mountain Bike, que contará com mais de 100 participantes, oriundos de Garanhuns e de diversas cidades nordestinas.

A concentração e largada do evento acontecem em frente ao Castelo de João Capão. Os participantes farão um percurso de 42km, disputando em seis categorias: Elite; Máster; Feminino; Turismo e Nelore (para ciclistas com mais de 90kg). “Vamos contar com ambulância, carro de apoio, pontos de hidratação, premiação e um percurso que chamará a atenção pela beleza e simbologia: a Centenária Trilha do Trem, entre os municípios de São João e Garanhuns”, registra Haroldo Veloso, um dos organizadores do evento.
O 1º Garanhuns Bike Race tem largada prevista para as 9h e conta com o patrocínio de empresas da cidade e do Governo Municipal de Garanhuns, através da Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT) e das secretarias de Saúde, Comunicação Social e Juventude, Esportes e Lazer, além de apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF); 9º BPM e 71º BI Mtz.

Com informações da SECON PMG

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

JUDÔ: Academia Carlos Tevano faz dez Campeões Brasileiros






Imagens: Divulgação ACT




"É com muita alegria que divulgamos o resultado dos atletas da ACT - Associação Carlos Tevano no XVII CAMPEONATO BRASILEIRO NACIONAL DE JUDÔ., que aconteceu este final de semana na Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata.

A equipe da ACT/Garanhuns foi composta por 17 atletas inscritos em diversas categorias e na bagagem trouxeram para nossa cidade 17 medalhas.

Parabéns Guerreiros! (Mais fotos nas redes sociais da Academia)

CAMPEÕES BRASILEIROS: (OURO)

Carlos Tevano Filho
Julia Maria Holanda
Marcos Vinícius Costa
Marina Bonifácio
Marcílio Emanuel
Mayanne Vitória
Larissa de Araújo
Charles Gabriel Carvalho
Carlos Magno Donato
Carlos Tevano Amaral

VICE CAMPEÕES: (PRATA)
Rafael D'LUCCA Amaral
Carlos Magno Donato

TERCEIROS COLOCADOS (BRONZE)
Miguel Arcanjo Amaral
Pedro Watanabe
Brenna Carolina
Júlio César Vilela (Absoluto)
Dilermando Brasileiro (Absoluto)

5° COLOCADO
Emerson Eduardo Vila Nova

Por Sandra Carvalho - ACT (Academia Carlos Tevano)

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

OPORTUNIDADE: Governo Municipal realiza campanha para regularização de débitos

A Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Finanças, realiza até o fim do mês de dezembro, a campanha do “Refis”, para regularização de débitos junto à Prefeitura. A iniciativa tem o intuito de promover a adesão dos munícipes para que estes possam negociar e quitar suas pendências relacionadas a impostos e taxas do Governo Municipal. Para convocar a população, a Secretaria está realizando um trabalho de panfletagem nas principais vias da cidade, além de veicular comunicados nos bairros através de carro de som e propagandas de rádio.

É possível negociar impostos como IPTU, ISS e demais taxas em atraso à vista, com desconto de 100% no valor dos juros e multas. O contribuinte pode também optar pelo parcelamento de até 12 vezes da dívida, com 75% de desconto nos juros e multas. Ou em até 36 vezes, tendo desconto de 50%.

Tais acordos só poderão ser feitos até o dia 29 de dezembro de 2017, último dia útil do ano, como forma de facilitar a quitação, como explica o secretário municipal de Finanças, Flávio Eloia. “A campanha é importante para todas as partes, permitindo a satisfação do contribuinte, que está em débito, além de aumentar a arrecadação do município. Lembrando que esta é a última oportunidade para negociação de dívidas, pois a lei do Refis só será válida até o final deste ano”, afirmou.

Os interessados podem realizar o pagamento total ou parcelado acessando o portal da Prefeitura, no site: www.garanhuns.pe.gov.br , ou procurando a Secretaria de Finanças, no Palácio Celso Galvão, localizado na avenida Santo Antônio, nº 126, no Centro. Mais informações podem ser obtidas no telefone (87) 3762-7016.

Por Aquiles Soares / Secom PMG

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

MAGIA DO NATAL: Alunos da Rede Municipal de Ensino irão produzir cartas para Campanha Papai Noel dos Correios

Parceria entre Secretaria de Educação e Correios Garanhuns visa estimular produção textual dos estudantes
Divulgação / Secom PMG
Estimular a redação das crianças e ainda fazer crescer o espírito natalino durante o fim do ano é o objetivo da parceria entre a Secretaria de Educação de Garanhuns (Seduc) e a Agência dos Correios. A colaboração faz parte da Campanha Papai Noel dos Correios, projeto já tradicional e um dos maiores do Brasil.

A campanha tem como meta o envio de cartas-respostas às crianças que escrevem ao Papai Noel e atender, dentro do possível, aos pedidos de presentes de Natal das crianças em situação de vulnerabilidade social. Em Garanhuns, os alunos da Rede Municipal de Ensino irão produzir cartas manuscritas. Além de estimular a produção textual, os estudantes também irão aprender acerca do uso de endereço, Código de Endereço Postal (Cep) e selo postal.

Por Daniela Batista / Secom PMG

terça-feira, 14 de novembro de 2017

MAGIA DO NATAL: Pontos turístico com segurança reforçada em Garanhuns

Divulgação / Polícia Militar
O 9º Batalhão da Polícia Militar, sediado em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, deflagrou nesta segunda-feira (13) a operação "Proteção ao Turista", com o objetivo de reforçar a segurança nos principais pontos turísticos da cidade. Nesta época do ano, Garanhuns recebe milhares de pessoas, devido ao evento "A Magia do Natal".

De acordo com a PM, as ações serão implementadas no Cristo do Magano, no Relógio das Flores, Parque Euclides Dourado, Parque Rubem Van Der Linden, Santuário Mãe Rainha, Columinho, Polo Heliópolis, entre outros.

O planejamento das ações de segurança foi realizado em reunião na manhã desta segunda-feira, entre o comandante do 9º BPM, tenentecoronel Paulo César, e um representante da Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT), ligada à Prefeitura de Garanhuns.

A operação conta com uma viatura específica para atender as atrações turísticas, adquirida através do Plano de Ação do comando do 9º BPM, com o apoio da Diretoria de Articulação Social e Direitos Humanos da PM, junto à Secretaria de Defesa Social.

A guarnição será composta pelos policiais recém-chegados ao batalhão, que também estão sendo empregados nos setores comercial e bancário, nas patrulhas Maria da Penha e Escolar, além das blitzes e bloqueios operacionalizados na cidade.

Fonte: NE10

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

MINISTÉRIO PÚBLICO: Encontro em Garanhuns vai debater transporte escolar no Agreste

Reprodução internet
Um encontro sobre o Transporte Público Escolar (TPE) será realizado no dia 28 de novembro, às 8h30, na sede das Promotorias de Justiça de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. O objetivo do evento é treinar membros e servidores do Ministério Público (MPPE) para rotinas de inspeção e autorização do serviço.

A reunião contemplará os municípios de Águas Belas, Angelim, Bom Conselho, Terezinha, Brejão, Caetés, Calçado, Canhotinho, Capoeiras, Correntes, Garanhuns, Iati, Itaíba, Jupi, Jucati, Jurema, Lagoa do Ouro, Lajedo, Palmeirina, Saloá, Paranatama e São João.

De acordo com o MPPE, a medida atende o Termo de Acordo Operacional firmado com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE), Departamento de Estradas e Rodagem (DER) e Polícia Milita

O encontro também deve sensibilizar para efetivação do serviço de fiscalização de prestação do serviço de transporte público escolar, contribuindo para o aprimoramento dos mecanismos de responsabilização do poder público pela prestação do serviço e sistematizar os serviços de vistoria, autorização e fiscalização do transporte público escolar.

O público-alvo são promotores de Justiça, servidores do MPPE, funcionário do Detran, secretários de Educação dos municípios, coordenadores das Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans), representantes das Câmaras de Vereadores e Comandos dos Batalhões Municipais. As inscrições podem ser realizadas através do link: http://bit.ly/2zow9uB.

Fonte: NE10

A MAGIA DO NATAL: Garanhuns resgata os bons sentimentos natalinos.

Divulgação / Secom PMG


O desfile do Papai Noel está de volta à avenida Santo Antônio no centro, para abrilhantar mais uma edição de sucesso da Magia do Natal de Garanhuns. Famílias inteiras vivem a magia do Natal na cidade. O brilho no olhar das crianças, a recordação dos natais de antigamente, nos depoimentos dos mais velhos.

A Magia do Natal de Garanhuns, resgata os bons sentimentos da vida em família, harmonia, paz, amor, desejo de estar junto de quem ama, de receber familiares em sua casa, de deixar a casa linda para receber os amigos... São tantos bons sentimentos que, o encantamento do natal dura mais em Garanhuns.

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

NOVIDADE: Aplicativo da 'Magia do Natal' disponibiliza programação do evento em Garanhuns

Foto: ArMidia Desenvolvimentos/Reprodução
"A Magia do Natal" passa a contar pela primeira vez com aplicativo oficial em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. O app disponibilizará a programação do evento, guias turísticos, gastronômico e comercial, além de transmissão ao vivo das apresentações.
O aplicativo foi desenvolvido pelos mesmos criadores do "AppFIG" e estará disponível para download para os sistemas iOS e Android a partir da sexta-feira (10). A ferramenta funciona em parceria com a Prefeitura de Garanhuns.

O evento acontece entre os dias 10 de novembro a 31 de dezembro, e conta com desfiles de carros alegóricos, crianças e Papai Noel, totalizando 14 apresentações.

A MAGIA DO NATAL: Progrmação é atualizada. Confira!

Divulgaçao / Secom PMG
A Secretaria de Turismo e Cultura divulgou nesta quarta-feira (01) uma programação atualizada da Magia do Natal, evento que será realizado de 10 de novembro a 31 de dezembro. As adequações são comuns devido às negociações e agendas dos artistas, visto que é um evento extenso, com mais de 50 dias de realização em 16 polos de animação. As datas dos shows de artistas nacionais foram mantidas, apenas alguns ajustes durante outras noites foram realizados. Os Desfiles de Papai Noel serão todos os sábados e domingos de novembro, sempre às 18h, na Avenida Santo Antônio. Em dezembro, os desfiles com carros alegóricos, crianças e Papai Noel ocorrem também aos sábados e domingos só que apenas até o dia 23, totalizando 14 apresentações.

A programação completa segue abaixo:

NATAL 2017 - PALCO PREFEITURA

10/11

19h30 – ABERTURA

20h30 – SHOW DE ABERTURA

11/11

18h – DESFILE PAPAI NOEL

19h – GRUPO NOSSA ARTE – CORAL E VIOLINO

20h – BLUES FOR US

21h30 – FREE STYLE

12/11

18h – DESFILE PAPAI NOEL

19h – REDE DE DANÇAS IEJO

20h00 – UNE VERSO

21h15 – ALEXANDRE REVOREDO E JÚLIO PORTELA

17/11
19h00 – GRUPO INFANTIL DOCE MELODIA

19h30 – BANDA DE METAIS E MIX NATALINO – EREM JOÃO FERNANDES - SÃO JOÃO

20h20 – CARLINHOS SALES

21h30- GRUPO ART BRASILEIRA

18/11

18h – DESFILE PAPAI NOEL

19h15 –PROJETO DE NATAL DO EREM CAETÉS – BANDA LUIZ PEREIRA JÚNIOR

20h15 – GRUPO NOSSA ARTE - REISADO

21h30 – CELINO MELO

19/11

18h – DESFILE PAPAI NOEL

19h – GRUPO ARTE DOS MOVIMENTOS STUDIO DE DANÇAS

19h30 – GRUPO DE FLAUTAS / CRAS MAGANO

20h15 – OS VALVULADOS

21h15 – HERCINHO

24/11

19h – REISADO MIRIM DA MASSARANDUBA

19h40 – SAXOFONE E BANDA GRUPO 4 – EREM GARANHUNS

20h30 – DENNIS BENÍCIO E BANDA

21h30 – MARCELO FRANCISCO

25/11

18h – DESFILE PAPAI NOEL

19h – GRUPO NOSSA ARTE - PERCUSSÃO

20h – OMARA

21h – LEONARDO SULLIVAN

26/11

18h – DESFILE PAPAI NOEL

19h – REISADO UNIDOS COM ALEGRIA (CRAS INDIANO)

20h – BEBETO RAMALHO E BANDA PLANETA DO SOL

21h30 – BANDA ANJO DOURADO

01/12

19h – CORAL INFANTIL DA IGREJA PRESBITERIANA CENTRAL

19h40 – CORAL DO PRESBITÉRIO DE GARANHUNS

20:20 – CORAL DA 4ª IGREJA PRESBITERIANA (REG. OTÁVIO MATIAS)

21h15 – BANDA SAL DA TERRA

22h30 – CARLA MARQUES

02/12

18h – DESFILE PAPAI NOEL

18h – CANTATA DO COLÉGIO SANTA SOFIA

19h – CIA DE DANÇA E BALLET PRIMEIROS PASSOS

20h – KIARA RIBEIRO

21h30 – FERNANDO MENDES

03/12

18h – DESFILE PAPAI NOEL

19h – CANTATA INFANTIL – ESCOLA ADVENTISTA (Reg. Sergio Marcus)

20h – REISADO MESTRE JOÃO TIBÚRCIO

21h – NEANDER

08/12

19h – GRUPO DE CORDAS / SESC GARANHUNS
GRUPO HARMONIA DE FLAUTAS / SESC GARANHUNS
CORAL VOZES DAS COLINAS / SESC GARANHUNS

21h – BANDA LUX TIME

22h – JOANNA

9/12

18h – DESFILE PAPAI NOEL

19h – PASTORIL EREM JOÃO FERNANDES - SÃO JOÃO

20h45 – ANDREA AMORIM

22h – THE FEVERS

10/12

18h – DESFILE PAPAI NOEL

19h – CORALITO RAIO DE LUZ

19h30 – BANDA MARCIAL E CORAL DO COLÉGIO SANTA JOANA D’ARC

20h30 – LEO BARROS

21h30 – MISTURA FINA

15/12

19h – SERESTA ETERNO AMOR – COLÉGIO SANTA SOFIA (SAINDO DO INSS)

19h – GRUPO DE VIOLÕES – CRAS HELIÓPOLIS

20h - CIA DE DANÇA MARTA MELO

21h – GEIICI GOMES

22h – STREET JAZZ BAND

16/12

18h – DESFILE PAPAI NOEL

19h – CORAL DO EDUCANDÁRIO SANTA CLARA

19:40 – BANDA DO 71º BI Mtz

20h40 – CAFURINGA E BANDA

22h – ADILSON RAMOS

17/12

18h – DESFILE PAPAI NOEL

19h15 – CIA FISA D’ARTE

20h15 – BANDA OUTONO

21h30 – LUCAS NOTARO E OS CORAJOSOS

22/12

19h – AUTO DE NATAL / ESCOLA ELISA COELHO – TRUPE PROF. HILDEBERTO MARTINS-TRHIMAR

19h50 – BANDA DE FANFARRA ÁGUIA DOURADA – EREM FREI CAETANO DE MESSINA – BOM CONSELHO

20h40 – GOLD HITS ORQUESTRA

22h – ROUPA NOVA COVER

23/12

18h – DESFILE PAPAI NOEL

19h – PASTORIL DA ESCOLA JEAN PIAGET

20h – AMANDA BACK

21h30 – QUINTETO VIOLADO

25/12

18h - DESFILE PAPAI NOEL

19h15 – REISADO JUVENIL CULTURA DE GARANHUNS

20h – VALDIR MARINO

21h15 – SHOW: A MAGIA DO NATAL

29/12

19h30h – REISADO GARANHUNS CULTURAL

20h30 – BANDA LEGIONÁRIOS

22h – STILL LIVING

30/12

19h15 – REISADO RAIO DE LUZ / IATI

20h – MICHELLY DOS ANJOS

21h – OMARA

31/12

SHOW DA VIRADA/ REVEILLON:

22h15 – NANDO AZEVÊDO

23h30 – BELINHA LISBOA

NATAL 2017 / DISTRITOS

19/11 – DOMINGO - 17h30

SÃO PEDRO

- AUTO DE NATAL – TRUPE PROF. HILDEBERTO MARTINS (TRHIMAR) - ESCOLA ELISA COELHO

- CIA FISA D’ARTE

- OMARA

26/11 – DOMINGO - 17h30

IRATAMA

- GRUPO DE VIOLÕES / CRAS HELIÓPOLIS

- MESSIAS SANFONEIRO E A MORENA FORROZEIRA

03/12 – DOMINGO - 17h30


MIRACICA

- TEATRO: FILHO DE DEUS, MENINO MEU (COMUNIDADE SHALON)

- REISADO GARANHUNS CULTURAL

- OMARA

10/12 - DOMINGO - 17h30

QUILOMBO CASTAINHO

- PASTORIL DO EREM JOÃO FERNANDES – SÃO JOÃO

- OMARA

NATAL 2017 - BAIRROS

22/11 - 18h

COHAB III - Rua Djalma Ramos Machado

- GRUPO DE VIOLÕES (CRAS HELIÓPOLIS)

- REISADO GARANHUNS CULTURAL

- OMARA

23/11 - 18h

MAGANO - Praça Campos Sales


- GRUPO DE FLAUTAS E VIOLINOS (CRAS MAGANO)

- GRUPO DE VIOLÕES / CRAS HELIÓPOLIS

- DAVID MENESES

29/11 - 18h

VÁRZEA - Rua Elis Regina

- REISADO UNIDOS COM ALEGRIA (CRAS INDIANO)

- OMARA

30/11- 18h

BOA VISTA - Largo da Feirinha

- GRUPO DE FLAUTAS E VIOLINOS (CRAS MAGANO)

- REISADO MESTRE JOÃO TIBÚRCIO

- BANDA DO 71º BI Mtz.

06/12 - 18h

LIBERDADE - Rua da Liberdade


- GRUPO DE FLAUTAS E VIOLINOS (CRAS MAGANO)

- OMARA

- EVARISTO VEGAS & BANDA

07/12 - 18h

VILA DO QUARTEL - (Praça Aguinaldo Barros Silva)

- CORAL DO EDUCANDÁRIO SANTA CLARA

- REISADO RAIO DE LUZ

- BANDA DO 71º BI Mtz.

13/12 - 18h

INDIANO - (Rua Manoel Pessoa Juvenal)

- GRUPO DE VIOLÕES / FLAUTAS E VIOLINOS (CRAS HELIÓPOLIS E MAGANO)

- REISADO UNIDOS COM ALEGRIA (CRAS INDIANO)

- OMARA

14/12 - 18h

SÃO JOSÉ - Rua São Domingos
- REISADO DO CRAS DE CAPOEIRAS

- GRUPO DE FLAUTAS E VIOLINOS (CRAS MAGANO)

- ADRIANA FELIPE

20/12 - 18h

PARQUE FENIX – COHAB I - Rua Carlos Drumond de Andrade


- REISADO MIRIM DA MASSARANDUBA

- GRUPO DE VIOLÕES / CRAS HELIÓPOLIS

- OMARA

21/12 - 18h

COHAB ll - Rua Antônio Napoleão

- GRUPO DE FLAUTAS E VIOLINOS (CRAS MAGANO)

- PASTORIL DA ESCOLA JEAN PIAGET

- BANDA MARCIAL E CORAL DO COLÉGIO SANTA JOANA D’ARC

- MYLLENA BRAZ

POLO INFANTIL – FONTE LUMINOSA 2017

02/12 - 16h

- Centro Social Monsenhor Callou – Sala de Leitura

- BIBLIOTECA COMUNITÁRIA LER É PRECISO - Maurilio Matos Ler é Preciso

- É NATAL EM GARANHUNS – Poesia com Jackelinne Brasileiro

- CIA FISA D’ARTE (AP. 3)

09/12 - 18h

- BIBLIOTECA COMUNITÁRIA LER É PRECISO - Maurilio Matos Ler é Preciso

- ANIMATRILHA FANTOCHES

16/12 - 16:30
- BIBLIOTECA COMUNITÁRIA LER É PRECISO - Maurilio Matos Ler é Preciso

- VALDIR MARINO

23/12 - 18h

- BIBLIOTECA INDÚSTRIA DO CONHECIMENTO – SESI / O Verdadeiro Sentido do Natal

- HISTÓRIAS DA CAIXOLA

Obs.: Participação do CHARLES CHAPLIN (Estará apresentando sua performance durante o período do Natal de Garanhuns, nos diversos Polos).

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

HOJE: Seminário gratuito discute a importância da “Administração Pública e Reforma Política” em Garanhuns.

Divulgaçao
Acontece na próxima quinta-feira (09), na cidade de Garanhuns no Agreste meridional, o Seminário que traz o seguinte tema “Administração Pública e Reforma Política”. A abertura do evento será às 8h, na Câmara de Vereadores do Município, localizada na Rua Joaquim Távora, 305 – Bairro Heliópolis.

Tendo como público-alvo: estudantes, advogados, servidores públicos, contadores e Secretários municipais, o Seminário vai destacar o tema através de oito palestras com profissionais de diversos setores da sociedade, bem como da esfera pública, jurídica e da comunicação. O seminário homenageará o Procurador Geral do Ministério Público de Contas de Pernambuco, Cristiano Pimentel e também acontecerá o lançamento do Instituto de Desenvolvimento da Administração Pública – IDEAP.

As inscrições foram preenchidas previamente no link do evento, por isso é importante informar que todos os inscritos devem portar documento com foto no dia do Seminário. Todos os participantes receberão certificados com carga horaria de 20 horas aula, emitidos pela Ethos Consultoria.

O evento está sendo promovido pela Ethos Consultoria e conta com o apoio da Câmara de Vereadores de Garanhuns, ICADE - Instituto Caruaru de Direito Eleitoral, Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns - AESGA, CODEAM, Instituto Histórico de Garanhuns, CDL e Uniodonto Garanhuns, Sindloja Caruaru e do escritório Bruno Martins Advocacia Integrada.

A MAGIA DO NATAL: Circulação no Polo Heliópolis durante “A Magia do Natal” será modificada. Confira!

Secom / PMG
A Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT) informa que a partir da noite quinta-feira (09), a área do Polo Heliópolis será interditada para circulação de veículos. A proposta é que o espaço, conhecido e utilizado como ponto de convivência e também como polo gastronômico, se torne ainda mais atrativo durante o período de realização do evento “A Magia do Natal”, que inicia na próxima sexta-feira (10) e segue com programação até o dia 31 de dezembro.

O esquema de trânsito, montado especialmente para o período de festividades de final de ano, foi pensado após reuniões da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) com empresários, levando em consideração a solicitação de moradores e donos de estabelecimentos comerciais do local, que aumentam o faturamento durante o Natal, com a presença do maior número de turistas que visitam Garanhuns.

A ação visa, sobretudo, a comodidade e segurança dos pedestres, visto que o local possui apenas 19 vagas de estacionamento e, com o aumento do movimento, muitos condutores estacionavam em fila dupla ou em cima das calçadas, prejudicando a passagem das pessoas e causando transtornos ao fluxo de trânsito.

Todos os moradores da via estarão devidamente autorizados e terão acesso, pela avenida Júlio Brasileiro, a um determino trecho do Polo para guardar seus veículos num estacionamento rotativo, previamente definido em conjunto com os mesmos.

Secom / PMG

terça-feira, 7 de novembro de 2017

ENTREVISTA – O Jornal Bons Negócios entrevistou Michele Régis, sobre A Magia do Natal em Garanhuns

Michelle Régis, advogada, tão apaixonada por Garanhuns quanto seu pai, o prefeito Izaías Régis.
A Magia do Natal é pensada em cada detalhe e montada com o mesmo cuidado com o qual é executada. O empenho é de uma equipe de centenas de pessoas, mas toda a concepção e pesquisa no processo de construção do conceito é realizado por Michele Régis. Conversamos com ela sobre todo o projeto.

Jornal Bons Negócios - Você tinha uma carreira bem diferente antes de desenvolver o conceito do Natal, como surgiu a inspiração para a realização do evento em Garanhuns? Seria um sonho do seu pai?

Michele Régis - De formada em Direito, fui conciliadora do Juizado Criminal Especial de Olinda, no início, mas depois voltei para Garanhuns novamente e comecei a trabalhar como administradora de empresas. E me sinto super realizada com meu trabalho. O Natal surgiu pela oportunidade e pelo sonho. Oportunidade de ajudar o projeto do governo do meu pai em sempre fazer o melhor e os sonhos dele por Garanhuns - não são só dele, pois é um amor tão grande por essa cidade, que sonhamos juntos, toda nossa família. Eu sempre gostei de fazer parte e ajudar de todo meu coração

JBN - Há alguma relação entre o evento que é realizado aqui e o que é realizado no Rio Grande do Sul em Gramado?

Michele Régis - Existe, lógico, uma comparação, coisa que não gosto. Gramado é Gramado e já está consolidado com um evento mais privado, no qual cada ponto principal de atração é pago. Nós somos diferentes, é tudo gratuito, por isso não gosto do comparativo.

JBN - Desde 2013 até agora, quais são as principais mudanças que você observa na realização do Natal?

Michele Régis - A cada ano tentamos nos superar em cada peça sempre buscando melhorias e inovações seja na montagem ou na própria dinâmica do evento.

JBN - Muitas vezes o trabalho de montagem e desenvolvimento do Natal de Garanhuns é comparado ao processo que se passa nas escolas de samba que se preparam o ano inteiro. Você acha essa comparação válida?

Michele Régis - Realmente é um comparativo válido, pois acabamos um e já vamos nos preparando para o próximo. Pode ter certeza que nossa expectativa é bem maior que a das pessoas que visitam os espaços montados para recebê-las.

JBN - Por que trabalhar com artesãos locais?

Michele Régis - Porque Garanhuns tem artesãos competentíssimos, é tanto que vão para praças e parque comercializar o artesanato. Se temos mão-de-obra com emprego para dar, não temos porquê comprar pronto. Todos eles são maravilhosos, dedicados, comprometidos, adoro trabalhar com cada um.

JBN - Quais são os principais desafios encontrados?

Michele Régis - O nosso principal desafio sempre é o cuidado e a segurança para as pessoas.

JBN - A cada ano é apresentada uma festa diferente com temática totalmente inovadora em relação ao ano anterior. De onde vem tanta inspiração?

Michele Régis - A inspiração vem sempre do sonho de poder realizar. As ideias surgem em viagens que realizo em família e de muitas e muitas pesquisas.

JBN - Você realiza algumas viagens a outros estados para adquirir alguns itens de decoração. Como é feita essa busca?

Michele Régis - Bom salientar que tudo que faço é por puro prazer, não recebo nada de Prefeitura. E, sim, acompanho Neile (Barros, secretária de Turismo e Cultura). Vou sempre para eventos e feiras especializadas em São Paulo. Só compramos aquilo que não tem como ser feito artesanalmente.

JBN - Qual é a sensação de ver tudo funcionando?

Michele Régis - A sensação é de respirar fundo e dizer: CONSEGUIMOS, GRAÇAS A DEUS!

JBN - E como esta foi a maior novidade deste ano até o momento, por quê foi decidida a mudança de nome para a Magia do Natal?

Michele Régis - Garanhuns precisa ser vista como Garanhuns, como havia dito não gosto de comparativo, A Magia do Natal vem com esse objetivo, criar uma identidade própria que já tínhamos, só faltava o toque final.

JBN - Existem alguns planos para o futuro que envolvam a realização do Natal e que já podem ser adiantados?

Michele Régis - Cada ano tem muita novidade , mas que vão surgindo aos poucos. É tudo segredo para manter o encantamento pela festa. No que depender de mim estarei sempre à disposição de ajudar para que Garanhuns siga em frente e sempre ao lado de meu pai, pois é isso que ele faz na jornada política dele. Sempre farei com que o nome de Garanhuns seja evidenciado positivamente.

Por Edméa Ubirajara / Jornal Bons Negócios, edição 11 - 2017




terça-feira, 31 de outubro de 2017

INÉDITO: Álbum de Dominguinhos ganha versão em CD após 25 anos de lançado como LP.

Reprodução internet
Em 1996, quando gravava o álbum Leão do Norte, Elba Ramalho pôs voz em Faz de mim, uma daquelas toadas-canções românticas típicas da parceria de José Domingos de Morais (Garanhuns / PE, 12 de fevereiro de 1941 – São Paulo / SP, 23 de julho de 2013), o popular Dominguinhos, com Nando Cordel. Elba acabou não incluindo a gravação no disco. Mas existe o registro fonográfico de Faz de mim na voz do próprio Dominguinhos. A gravação original foi apresentada no repertório do álbum Garanhuns, produzido por Dominguinhos e lançado em 1992 pela extinta gravadora RGE – somente no formato de LP, embora o CD já começasse a dominar o mercado fonográfico brasileiro naquele ano.

A primeira edição em CD de Garanhuns chega ao mercado neste mês de outubro de 2017, pelo selo Discobertas, 25 anos após o lançamento deste álbum batizado com o nome da cidade natal do cantor, compositor e sanfoneiro pernambucano. Gravado com a participação de Elba Ramalho no xaxado Balança forrozeiro (Savinho), o disco Garanhuns traz louvação a Luiz Gonzaga (1912 – 1989) – o Rei do Baião, que saíra de cena há então três anos, deixando Dominguinhos como principal sucessor na dinastia musical da nação nordestina – em Estrela Gonzaga (J. Micheles).

Músicas como Coisa linda (Antonio Barros e Cecéu), a autobiográfica Meu Garanhuns(Zezum) e a melancólica Sem rumo e sem prumo (Julinho do Acordeom e Chico Xavier) formam o repertório deste bom disco lançado por Dominguinhos no embalo do sucesso nacional da música Pedras que cantam (Dominguinhos e Fausto Nilo, 1991), apresentada no ano anterior como faixa-título de álbum do cantor cearense Raimundo Fagner e propagada como tema de abertura da novela Pedra sobre pedra, exibida pela TV Globo naquele ano de 1992.

Por Mauro Ferreira / G1

OPORTUNIDADE NÃO TEM IDADE: Empreender na aposentadoria é tema de curso em Garanhuns

Sebrae realizou uma pesquisa sobre o potencial desse público-alvo e constatou que daqueles que estão chegando à aposentadoria 1 a cada 10 pretende empreender nos próximos dois anos.
Reprodução internet
A Unidade Agreste Meridional do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Pernambuco (Sebrae/PE) está com inscrições abertas para o curso Gestão Empreendedora na Aposentadoria. A capacitação, que acontecerá entre os dias 06 e 09 de novembro, tem o objetivo de incentivar que os aposentados possam ser novos empreendedores, de acordo com seu potencial e interesse. Os interessados devem procurar a sede da unidade, localizada na avenida Rui Barbosa, nº 671, bairro Heliópolis.

O curso Empreender na Aposentadoria vai disponibilizar informações de como o aposentado deve no processo de criação de seu próprio negócio. Recentemente, o Sebrae realizou uma pesquisa sobre o potencial desse público-alvo e constatou que daqueles que estão chegando à aposentadoria 1 a cada 10 pretende empreender nos próximos dois anos. As justificativas são as mais variadas possíveis: aumentar a renda da família, ocupar o tempo livre, continuar trabalhando.

A pesquisa aponta ainda que 80% já decidiu que tipo de negócio quer abrir – mais de 50% pretende atuar no comércio e 30% no setor de serviços. “Para que esse novo negócio possa funcionar bem, ele precisa estar estruturado. Então o sucesso dele está atrelado a uma boa capacitação, e esse curso traz conhecimentos específicos para que o aposentado esteja apto de executar seu planejamento, ampliando visões e agregando conhecimento”, enfatiza a gerente do Sebrae Agreste Meridional, Gerlane Melo.

Serviço – Curso Gestão Empreendedora na Aposentadoria
Período: 06 a 09 de novembro
Local: Sebrae Garanhuns
Investimento: R$ 80,00
Horário: 18h às 22h

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

ENTREVISTA: Dr. Diego Farias, advogado e professor universitário, explica os principais pontos da reforma trabalhista. Confira!

Dr. Diego Farias, advogado e professor universitário do curso de Direito da AESGA, foi entrevistado pelo jornalista Beto Duran, para matéria no Jornal de Bons Negócios, durante evento promovido pelo mesmo jornal, no final do mês de setembro último, no auditório da CDL Garanhuns.
Foto: Jane Cavalcanti
Entrevista com o Dr. Diego Farias, advogado e professor universitário do curso de Direito da AESGA (Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns), falando sobre os impactos da reforma trabalhista nas relações de trabalho a partir do dia 11 de novembro. Publicada em setembro último, no Jornal de Bons Negócios, impresso que circula mensalmente na cidade de Garanhuns, único em sua linha editorial, voltada para negócios, economia e empreendedorismo.

Este tema também foi debatido em evento promovido pelo mesmo jornal, no dia 28 de setembro no auditório da CDL Garanhuns, onde contou também com a participação do contador Leonardo Tenório.

Segue abaixo a reprodução da entrevista com o Dr. Diego Farias:

Jornal de Bons Negócios – JBN: Com a reforma da Lei trabalhista, como ficam as ações que tramitam na justiça por oito anos, sem serem julgadas?

Dr. Diego Farias: De acordo com a reforma trabalhista, as ações que tramitarem por oito anos e não forem julgadas serão extintas.

JBN: Em ações trabalhistas que ficar provada o uso da má fé por uma das partes, existirá punição e, qual?

Dr. Diego Farias: Haverá punições para quem agir com má-fé, com multa de 1% a 10% da causa, além de indenização para a parte contrária. É considerada de má-fé a pessoa que alterar a verdade dos fatos, usar o processo para objetivo ilegal, gerar resistência injustificada ao andamento do processo, entre outros.

JBN: Muda alguma coisa na constituição de sociedades nas empresas, assim como em suas extinções?

Dr. Diego Farias: É importante informar que as mudanças que venham a ocorrer com a vigência da lei nº 13.467/2017, altera mais de cem artigos da CLT e traz várias transformações que afetarão o dia a dia entre o empregado e empregador, outras que abrangem as relações sindicais, bem como outras que envolvem questões judiciais decorrentes de reclamatórias trabalhistas. É necessário, também, alertar que esta lei entra em vigor após decorridos 120 dias de sua publicação, ou seja, a partir de 11/11/2017. Até lá, tanto os novos contratos de trabalho quanto os já existentes, permanecem valendo pelas regras atuais.

Caso seja do interesse do empregador ou empregado que o contrato de trabalho atual seja regido pelas alterações impostas pela reforma trabalhista, será necessário repactuar um novo contrato de trabalho (aditivo contratual), após a entrada em vigor da nova lei.

Nada impede que o empregador faça o aditivo de imediato, com previsão de validade a partir de 11/11/2017. Entretanto, havendo alguma alteração na lei de reforma trabalhista ou caso haja publicação de medida provisória que altere as novas regras antes de sua entrada em vigor, o aditivo já feito poderá necessitar de adequações de acordo com as mudanças.

Portanto, não há mudança na constituição de sociedades nas empresas, e, também, extinções.

JBN: Como ficam os acordos individuais e coletivos, em relação a CLT?

Dr. Diego Farias: Prevalência dos Acordos e Convenções Coletivas sobre as regras estabelecidas na CLT, exceto para questões envolvendo normas de identificação profissional, salário mínimo, remuneração do trabalho noturno superior ao diurno, repouso semanal remunerado, remuneração do serviço extraordinário no mínimo 50% superior ao normal, número de dias de férias, saúde, segurança e higiene do trabalho, FGTS, 13º salário, seguro-desemprego, salário-família, licença-maternidade de 120 dias, aviso prévio proporcional ao tempo de serviço, entre outros;

Preponderância das normas estabelecidas através de Acordos Coletivos sobre aquelas previstas em Convenções Coletivas, não mais sendo aplicável a regra de que os Acordos Coletivos seriam preponderantes somente naquilo em que fossem mais favoráveis;

Os empregados portadores de diploma de nível superior e que recebam salário igual ou superior a duas vezes o limite máximo dos benefícios do Regime Geral de Previdência Social (atualmente o limite máximo é de R$ 5.531,31) poderão estipular livremente as condições de trabalho de forma individual, sendo que tais estipulações terão eficácia legal e preponderância sobre eventuais normas coletivas, observadas certas limitações.

JBN: A terceirização de atividades fins, não era permitida, agora, com a reforma na lei trabalhista passa a ser. Explique e exemplifique esta questão?

Dr. Diego Farias: Previsão expressa quanto à possibilidade de terceirização de quaisquer atividades, inclusive da atividade principal da empresa;

Assegura aos empregados da empresa prestadora de serviços, quando e enquanto os serviços forem prestados no estabelecimento da tomadora, as mesmas condições oferecidas aos empregados da tomadora em relação à alimentação quando oferecida em refeitório; serviços de transporte; atendimento médico ou ambulatorial; treinamento; condições sanitárias e medidas de proteção à saúde e segurança do trabalho;

Proíbe pessoa que tenha sido empregado da tomadora ou que lhe tenha prestado serviços sem vínculo nos últimos 18 meses, de figurar como sócio de empresa contratada, exceto se referido sócio for aposentado;

Proíbe que ex-empregados da tomadora demitidos há menos de 18 meses voltem a lhe prestar serviços na capacidade de empregados de empresa prestadora de serviços antes do decurso do referido prazo.

JBN: Não haverá a necessidade da homologação em sindicato ou Ministério do Trabalho das rescisões de funcionários com mais de um ano. Como isto deve ser feito, para gerar segurança jurídica para ambas as partes?

Dr. Diego Farias: A lei nº 13.467/2017 revoga a obrigatoriedade de que o pedido de demissão ou recibo de quitação de rescisão do contrato de trabalho firmado por empregado com mais de 1 ano de serviço seja feito com a assistência do respectivo Sindicato ou perante a autoridade do MTE. Na extinção do contrato de trabalho, o empregador agora deverá proceder à anotação na CTPS, comunicar a dispensa aos órgãos competentes e realizar o pagamento das verbas rescisórias. No prazo único de até 10 dias, contados a partir do término do contrato, o empregador deverá entregar os documentos que comprovem a comunicação e o pagamento dos valores constantes do instrumento de rescisão ou recibo de quitação.

JBN: Qual o procedimento para o demitido dar entrada no Seguro-Desemprego?

Dr. Diego Farias: A anotação na CTPS passa a ser documento hábil para requerer o benefício do seguro-desemprego e o levantamento do FGTS, desde que a comunicação aos órgãos competentes tenha sido realizada (art. 477 da CLT).

JBN: Está prevista multa, em caso da constatação de empregados sem registros na empresa. Como será isto e, quais as ações preventivas que os empregadores devem ficar atentos?

Dr. Diego Farias: A lei nº 13.467/2017 mantém a ausência de registro do empregado como infração sujeita a multa, mas altera o seu valor para R$ 3.000,00 por empregado não registrado, acrescido de igual valor em cada reincidência e explicita que essa infração constitui exceção à dupla visita (art. 627 da CLT). Inova para estabelecer que, quando se tratar de microempresa ou empresa de pequeno porte, o valor final da multa aplicada será de R$ 800,00 por empregado não registrado. Acrescenta ainda que na hipótese de não serem informados outros dados do empregado (admissão no emprego, duração e efetividade no trabalho, férias, acidentes e demais circunstâncias de proteção do trabalhador – art. 41, parágrafo único da CLT) o empregador ficará sujeito a multa de R$ 600,00 por empregado prejudicado (art. 47 e 47-A da CLT).

JBN: Horas Extras, Banco de Horas e Acordo de Compensação. A novidade é que se permitirá o acordo de compensação de jornada através de acordo individual entre patrão e empregado, antes era matéria de negociação coletiva de trabalho com o aval do sindicato da categoria. Qual a maneira segura de fazer isso?

Dr. Diego Farias: O sistema de compensação de jornada de trabalho conhecido como "Banco de Horas", anteriormente autorizado somente via norma coletiva, passa a ser autorizado por acordo individual com o trabalhador, desde que a compensação ocorra no período máximo de 6 meses;

Extinção do direito às horas "in itinere", assim consideradas aquelas que o trabalhador incorria no percurso entre sua residência e o local de trabalho, quando o empregador fornecia transporte até local de difícil acesso ou não servido por transporte público;

As horas extras decorrentes da ausência de concessão de intervalo intrajornada, antes consideradas como pagamentos de natureza salarial, passam a ser expressamente tratadas como verba de natureza indenizatória, não refletindo no cálculo de outros direitos trabalhistas. Paralelamente, o tempo de intervalo intrajornada poderá ser alvo de negociação coletiva desde que respeitado o período mínimo de 30 minutos;

Possibilidade de se pactuar o sistema de jornada de trabalho 12x36 por acordo individual (anteriormente tal estrutura somente poderia ser implementada por norma coletiva), desde que observados ou indenizados os períodos de intervalo para repouso e alimentação;

O trabalho em regime de tempo parcial - antes definido como aquele cuja duração não excedia a 25 horas semanais -, passa a ser considerado como aquele que não exceda a 30 horas semanais, sem a possibilidade de horas suplementares semanais, ou, ainda, aquele cuja duração não exceda a 26 horas semanais, com a possibilidade de acréscimo de até 6 horas suplementares semanais;

Extinção do direito ao intervalo de 15 minutos antes do início da prestação de trabalho em horas extraordinárias;

JBN: A permanência do empregado dentro da empresa, quando não estiver produzindo, como será visto pela CLT?

Dr. Diego Farias: Os períodos em que o empregado permanecer nas dependências da empresa para realização de atividades particulares, assim como alimentação, descanso, lazer, estudo, relacionamento pessoal, troca de uniforme quando não houver a obrigatoriedade de realizar a troca dentro da empresa, entre outros, passam a ser expressamente considerados como tempo em que o empregado não está à disposição do empregador, não sendo devido o pagamento de horas extras pelo período correspondente caso ocorra fora da jornada;

JBN: Quanto a modalidade do teletrabalho, conhecido como home office, quais foram as mudanças e como haver controle?

Dr. Diego Farias: A lei nº 13.467/2017 regulamenta o teletrabalho, definindo-o como aquele prestado fora das dependências do empregador, com a utilização de tecnologias de informação e de comunicação que, por sua natureza, não se constituam como trabalho externo. O comparecimento às dependências para a realização de atividades específicas que exijam a presença do empregado não descaracteriza o regime. Excetua-se o teletrabalho da observância das regras gerais de duração do trabalho (exemplo: controle de frequência). O acordo expresso entre empregado e empregador é condição para que se passe do trabalho presencial para o regime de teletrabalho; mas o empregador pode determinar unilateralmente a mudança do teletrabalho para o regime presencial, garantido prazo de transição mínimo de 15 dias neste caso. As disposições quanto a aquisição, manutenção ou fornecimento dos equipamentos e da infraestrutura necessários ao teletrabalho deverão constar por escrito no contrato de trabalho, não integrando a remuneração do empregado. No mais, o empregador deverá orientar os empregados, de maneira expressa e ostensiva, quanto às precauções que deverão ser tomadas a fim de evitar doenças e acidentes de trabalho. O empregado deverá assinar termo de responsabilidade comprometendo-se a seguir tais instruções (art. 62, III, 75-A a 75-E. CLT).

JBN: Para ser seguro, como deve ser o contrato de trabalho, já que cada empregado pode ter função, horário e modalidade de trabalho diferente?

Dr. Diego Farias: A CLT afirma que o contrato de trabalho deve ser obrigatoriamente registrado. E este registro segue as normas contidas no art. 13 da CLT: “A Carteira de Trabalho e Previdência Social é obrigatória para o exercício de qualquer emprego, inclusive de natureza rural, ainda que em caráter temporário, e para o exercício por conta própria de atividade profissional remunerada”.

É essencial informar aos empregados e empregadores que nada foi alterado com a relação a este artigo.

Apesar das explicações técnicas do nosso entrevistado, tudo em relação as alterações na CLT é novo. O fato é que as relações de trabalho, juridicamente falando, serão modificadas em novembro e, se faz necessário que tanto empregados como empregadores, tenham pleno conhecimentos, ao menos, dos principais pontos das mudanças. Afinal, a reforma trabalhista tem por intensão flexibilizar as relações do trabalho, oportunizando situações legais e produtivas para os lados envolvidos.

Inicialmente, se falava que a reforma trabalhista irá gerar mais empregos. Acredito que o que vai gerar mais postos de trabalho será o crescimento da economia. Crescendo a economia, as empresas contratam mais. No entanto, essa reforma irá permitir regularizar situações de trabalho, antes não contempladas pela lei.

A questão de como a Justiça do Trabalho vai reagir aos novos fatos que surgirem decorrentes dessas mudanças, só o tempo dirá.

Por Beto Duran