Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 28 de junho de 2013

ATIVIDADE: Le Parkour é praticado em Garanhuns

Le Parkour  (o percurso, em português) é uma arte, uma disciplina. Tem alguma semelhança com as artes marciais, com um diferencial: ao invés do treinamento que objetiva a luta, o treinamento no Parkour tem como objetivo a fuga.

Não é um esporte, mesmo porque não existem competições de Parkour. O desafio está em superar os próprios limites. O que a princípio era impossível, após algum tempo de treinamento é perfeitamente realizável.
Os praticantes conhecidos como traceurs, ou traceuse, no feminino - usam seu corpo para passar obstáculo de uma forma rápida e fluente. No Parkour você aprende técnicas desde como subir um muro, até como pular de um lugar alto.
Ele consiste em um homem correndo de alguém/algo e nenhum obstáculo pode pará-lo, mas, ele não é só isso, além de passar os obstáculos, você deve executar os movimentos da forma mais natural possível usando o obstáculo como se fosse parte do seu corpo. Vale a pena ressaltar que você treina o Parkour para você mesmo, você não faz movimentos para impressionar outras pessoas, até por que, isso pode resultar em sérias quedas.
O Parkour é uma prática solitária, na qual concentração e dedicação são essenciais, mesmo porque um movimento mal executado pode causar danos físicos, e até a morte.
O Parkour teve origem na França, nos anos 80, quando David Belle, adaptou algumas técnicas utilizadas por seu pai na Guerra do Vietnã. Dedicado, passou a treinar e aprimorar as técnicas. O Parkour passou a ser conhecido a partir de algumas reportagens realizadas com David Belle.
Segundo David Belle, “o espírito no Parkour é guiado em artes a superar todos os obstáculos em seu próprio caminho como se estivesse em uma emergência”.

Palestra Parkour: Grupo Dragões Voadores, junto como educador físico do SESC Garanhuns Edlson Lima. 

Segundo Alexandro Rodrigues, um garanhuense, praticante do Pakour a 06 anos, para a prática é necessário um bom preparo físico, alongamento e aquecimento antes do treino. Deve-se usar calça e camiseta leves e um bom par de tênis, a utilização de luvas não é recomendada.
A busca de constante superação de obstáculos e limites fazem o Parkour ser considerado por algumas pessoas uma verdadeira filosofia. Aqui em Garanhuns, Alexandre, faz parte do Grupo Dragões Voadores, de amigos que se reúnem aos sábados para realizar treinos nos mais diversos espaços públicos da cidade.  

Assista o vídeo onde o Grupo Dragões Voadores pratica o Parkuor em Garanhuns (recomenda-se não tentar fazer o mesmo): 

Vale lembrar que o Le Parkuor é uma pratica que necessita condicionamento físico, habilidade e muito treino. Então Garotada não se inspire e saia pulando por ai sem antes conhecer bem o Parkuor! 

Fonte: Jornal Crer em Pernambuco
Reportagem: Juliana Dias
Editor chefe: Beto Duran 

CIDADANIA: Do que adianta ter o direito, se você não o faz valer?!

Dizem: Quem tem informação, tem poder. Em tese, esta afirmação é correta. Porém, ter a informação e não fazer uso desta, para garantir um direito que é seu, é abrir mão deste direito. Então, não reclame.
Na edição de número 52 do Jornal Crer em Pernambuco, publicamos o direito dos usuários de bancos em ter o seu tempo de espera na fila limitado a 15 minutos em dias normais e em 30 minutos em véspera ou em dia imediatamente seguinte a feriados, data de vencimento de tributos, data de pagamento de servidores públicos. Esta lei existe no Estado de Pernambuco, desde 2002. “Existe uma lei estadual, homologada no governo Jarbas Vasconcelos, onde os bancos têm que obedecer; as pessoas não sabem que têm o direito de ir à justiça e processar o banco. O povo brasileiro ainda não tem esse costume de procurar o que lhe é de direito. Os bancos deveriam ter mais funcionários e melhorar a qualidade do serviço, respeitando a lei”. Afirmou o prefeito Izaías, durante uma Audiência Pública realizada no auditório do CDL, onde na ocasião o questionamos a respeito deste assunto.
A lei também exige que seja instalada uma cancela eletrônica, para emissão de senhas de atendimento com registro de dia e hora da emissão e, que essas senhas sejam autenticadas nos caixas mediante o atendimento, para comprovação de que o tempo gasto entre a emissão da senha e o atendimento do cidadão esteja conforme a exigência da lei.
A fiscalização do cumprimento dessa lei e de outras que resguardam o direito do consumidor mediante o atendimento bancário fica a cargo do PROCON estadual e do Ministério Público, que segundo o promotor de cidadania, Alexandre Bezerra, ambos os órgão estão à disposição do cidadão para receber denúncias do não cumprimento da lei 12-246.
Então, a partir de agora, passe a fiscalizar e exigir seu direito de não mais dar "expediente" em fila de bancos.

Serviço:

As reclamações devem ser dirigidas ao PROCON Garanhuns, localizado no prédio do Expresso Cidadão.

Fonte: Jornal Crer em Pernambuco
Texto: Beto Duran 

quinta-feira, 27 de junho de 2013

CLIMA: Garanhuns vive um período de medidas preventivas, para evitar outra crise como a da seca de 2012.

Secretário de Agricultura de Garanhuns, Dr. Epaminondas Filho
O mês de abril fez florescer no coração dos produtores rurais a esperança de dias melhores para as plantações e rebanhos pernambucanos. Segundo a Agência de Águas e Climas de Pernambuco (APAC), 2013 teve o mês o de abril mais chuvoso dos últimos três anos, somando 108,0 mm de chuvas. Em Maio, esse índice caiu para 59,9 mm, mas a queda não foi suficiente para desanimar os produtores que retomaram o plantio de milho e feijão na região.
Segundo o Secretário de Agricultura de Garanhuns, o Dr. Epaminondas Filho, que é engenheiro agrônomo, mestre em desenvolvimento econômico e doutor em economia aplicada, essa renovação de esperança, vinda com a chegada das chuvas é refletida na plantação, no rebanho e na produção leiteira do estado, que já começa a reagir. “As chuvas trouxeram a renovação da esperança, que no ano passado a gente teve um ano atípico, um dos piores anos na distribuição das chuvas dos últimos 50 anos, de acordo com as agências de previsão metrológica. A perspectiva dessas chuvas reacendeu as esperanças dos agricultores que estão voltando a plantar; as pastagens estão começando a surgir novamente, trazendo toda uma esperança para os agricultores que estão vendo as culturas de mandioca ficando mais bonitas. Então, cria-se essa esperança de uma boa safra neste ano para o milho e o feijão que foram plantados. Com relação ao gado, a pastagem vai melhorando gradativamente; o pecuarista vai ter alimento para o gado e com isso, vão diminuir os custos com a alimentação desses animais.” Afirma o Engenheiro Agrônomo.
A seca, sem dúvida, tem sido o assunto mais discutido em o nordeste brasileiro; os municípios, os estados e até o governo federal tomaram medidas emergenciais para minimizar os efeitos da crise. Em Garanhuns, a Secretaria de Agricultura realizou distribuição de água potável, através de caminhão pipa e continua distribuindo para as comunidades rurais. Atualmente, a Prefeitura de Garanhuns está realizando um programa de ‘aração’ de terra, em parceria com IPA, que disponibilizou um trator. O governo do estado distribuiu sementes para o renascimento do plantio, embora, em quantidade menor que nos anos anteriores e, agora, em meados de junho, a Prefeitura de Garanhuns vai distribuir mudas de cana para alimentação de gado, destinadas a 60 produtores. Ações de prevenção também estão sendo tomadas, na cidade, a exemplo do projeto da Secretaria de Agricultura de Garanhuns, que está realizando a plantação de palma gigante, o que dará suporte ao município no fornecimento de mudas das palmas para os produtores rurais, durante o período de estiagem de 2014.

O Campus de Garanhuns da Universidade Federal Rural de Pernambuco, também, tem contribuído com as ações preventivas às crises de estiagem. Pesquisas estão sendo realizadas para ajudar no fortalecimento da agricultura, da pecuária e da bacia leiteira da região, a exemplo da investigação, por que a palma miúda e a gigante da região são resistentes à cochonilha? Além de outras pesquisas que procuram alimentos regionais alternativos para gados, com bom valor nutricional e um custo baixo.

Fonte: Jornal Crer em Pernambuco
Imagem e Reportagem: Juliana Dias
Editor chefe: Beto Duran 

SAÚDE: Problemas no Hospital Regional Dom Moura, foram discutidos ontem em audiência pública


A Câmara dos Vereadores de Garanhuns, recebeu na manhã de ontem(26), uma audiência pública que discutiu as deficiências do Hospital Regional Dom Moura e a saúde publica como um todo. Estiveram presentes representantes do Conselho Regional de Medicina, representantes da V GERES, representantes do HRDM e do Hospital Infantil, representantes da OAB e Ministério Público, representantes do curso de medicina da UPE em Garanhuns, além de expressiva participação popular, que reuniu estudantes, profissionais de saúde e usuários do SUS.
Vereadora Luzia da Saúde
A discussão foi iniciada pela Vereadora Luzia da Saúde, que foi a responsável pela solicitação da referida audiência pública. Ela elencou problemas como: falta de pagamento ao corpo funcional, falta de profissionais de saúde, falta de equipamentos e medicamentos, além de uma estrutura física insuficiente para a demanda do Hospital, que fica sobrecarregado ao prestar atendimento de saúde básica a pacientes de Garanhuns e Jucati, pelo motivo das duas cidades não terem hospitais municipais para dividir a demanda com o HRDM.
Dra. Ricarda Samara - V GERES
Segundo a Dra. Ricarda Samara, presidente da V GERES, o Hospital Dom Moura é uma centro de referência, e deveria atender apenas a casos que necessitem de um atendimento especializado. 
Dra. Claudia Freitas - CREMEPE
Ela justificou a superlotação do Dom Moura, como reflexos da ineficiência do sistema de saúde básica. O Hospital recebe pacientes de 21 municípios, de cobertura da V GERES, e não dispõe de profissionais de saúde suficientes para prestar esse serviço, segunda a Diretora do conselho do CREMEP, Dra. Claudia Freitas, que foi enfática em comparar a realidade do hospital ao filme “Inferno de Dante”. Em um discurso caloroso, ela solicitou apoio social para a humanização da saúde. “Os médicos trabalham em condições sob humanas no HRDM, com plantões que somam 200 atendimentos, para um único profissional, que tem que ver mortes e sofrimentos, por inadequação da estrutura da unidade de saúde.” Afirma a médica que, já foi residente do Dom Moura, há 22 anos, e afirma que as coisas só pioraram. “A pediatria do HRDM é vergonhosa, hoje, vejo crianças internadas enroladas em trapos que as mães trazem de casa, porque o hospital não disponibiliza nem de roupas esterilizadas para os pacientes.” Completa.
Dr. Marrocos - Plantonista do HRDM
Outro profissional a ser enfático em denunciar o atendimento do hospital, foi o Dr. Marrocos, plantonista do HRDM. “Os médicos não tem condição alguma de trabalho no Dom Moura. Falta até Bisturis elétricos para realização de cirurgias. Nós, profissionais de medicina, trazemos o equipamento e emprestamos aos colegas.” Outro ponto levantado pelo Dr. Marrocos, foi a criação da UPA-E. “Garanhuns não precisa de uma UPA especialidades, que atua como referencia igualmente ao HRDM. Garanhuns, precisa de uma UPA 24Hs, que prestaria atendimentos de Urgência a população, isso desafogaria muito os trabalhos do Dom Moura”. Explica o Médico. 
Outros pontos como reformas intermináveis, falta de ortopedia e falta de Hospital Escola, também permearam a audiência. O Curso de Medicina da UPE, apresentou uma pesquisa feita pela instituição de ensino que aponta o Hospital Regional Dom Moura, registrando duas mortes a cada 24 horas.

Os ânimos no plenário se exaltaram quando o mediador da audiência, o radialista Luciano André, informou que devido ao avançar das horas, as perguntas formuladas pelos populares, passariam por uma triagem antes de serem respondidas.
A audiência pública terminou com um registro em ata, de todas as reivindicações e, com o comprometimento das autoridades presentes, em levar o documento ao Governo Estadual.
O clima que ficou ao final da audiência pública, foi que uma manhã é pouco para discutir os problemas enfrentados pelo Hospital Regional Dom Moura. “Os problemas são tantos que uma manhã é pouco para se falar de tudo, o que foi falado aqui, muitos de nós já sabíamos. Queremos ver soluções. Nem mesmo o secretário de saúde do estado se fez presente. Ficou o gosto de quero mais, o que a população quer são decisões concretas. Que o hospital está sucateado, todo mundo já sabe”. Afirma o Sr. José da Silva, que segurou em todo momento um cartaz de protesto, que pedia: Melhoria para o Hospital Regional Dom Moura. 

Fonte: Jornal Crer em Pernambuco
Imagens e Reportagem: Juliana Dias
Editor chefe: Beto Duran

quarta-feira, 26 de junho de 2013

CIDADE: Corpo de Bombeiros em Garanhuns, passa por reformulação

Depois do Grande dilema do Corpo de Bombeiros de Garanhuns, quanto à eficiência do serviço e a insuficiência do efetivo e equipamentos, o Comandante Romodrigo Peruniz afirma que em meados de julho, o Corpo de Bombeiros será transferido para a nova sede que funcionará no prédio do antigo DETRAN. “A gente acelerou bastante as obras no local em frente ao Parque Euclides Dourado e a previsão é que, em julho, a gente já esteja atuando naquela sede, faltando somente a oficialização da data precisa.” Afirma O Comandante Peruniz. Em Nova sede, o Corpo de Bombeiros passará a ser um Grupamento, recebendo investimentos na contratação de recursos humanos e equipamentos.  
Comandante Romodrigo Peruniz

O atual Corpo de Bombeiros funciona numa sede alugada, próxima à Praça Guadalajara e conta com um efetivo de 35 militares, que atendem a 25 municípios que contabilizam 620 mil habitantes. De acordo com dados do IBGE, o quantitativo representa 7,39% da população pernambucana. Segundo o Comandante Peruniz, o Corpo de Bombeiros de Garanhuns funciona em regime de sessão vinculada ao Grupamento de Caruaru.

Com a reformulação, Garanhuns se equipara a Caruaru, no tocante à estrutura física, e efetiva de militares, podendo inclusive instalar sessões de apoio em cidades vizinhas, como São João e Jupi. Esse novo tempo para o Corpo de Bombeiros de Garanhuns vai refletir no melhor atendimento à população. “Com a nova localização, vai haver uma estrutura maior para atender a demanda de Garanhuns, que realmente é uma cidade de grande importância na região do agreste meridional.” Completa o Comandante.

Fonte: Jornal Crer em Pernambuco
Foto e Reportagem: Juliana Dias - DRT: 5391/PE
Editor chefe: Beto Duran - DRT: 2255/PE

terça-feira, 25 de junho de 2013

CIDADE: Coberturas da Praça Irmãos Miranda são colocadas‏



O Governo Municipal, por meio da Secretaria de Serviços Públicos e Obras, está realizando a colocação das duas coberturas da Praça Irmãos Miranda, localizada no Centro da cidade. No local, existe um terminal de ônibus que atende as demandas das linhas dos bairros. As estruturas têm 212m² e devem estar prontas em 15 dias.
Para o prefeito Izaías Régis, as coberturas trazem benefícios para todos, que aguardavam com expectativa a concretização da obra. “O serviço trará mais beleza e proporcionará mais conforto para as pessoas que utilizam diariamente as paradas de ônibus do local”, ressalta o gestor.

Fonte: SECON Garanhuns.

CIDADANIA: População incomodada com os buracos no centro de Garanhuns

Buraco em frente a Casa da Cinquentinha na Praça João Pessoa.

Quem anda pelas ruas de Garanhuns, já pode observar que a Compesa está realizando algumas obras de manutenção hidráulica no centro da cidade. São verdadeiras crateras, que estão abertas ao longo da Av. Santo Antonio e nas vias da Praça João Pessoa.

Populares reclamam do perigo que esses buracos causam, aos pedestres e motoristas, que circulam pelas imediações do centro da cidade.

Sr. Florisval protesta sobre buracos no centro de Garanhuns.

"Essa situação é constrangedora, a gente não pode estacionar o carro, que corremos o risco de cair nesses buracos, e o perigo maior é para o pessoal que passa por aqui andando, e corre o risco de sofrer um acidente. Eu mesmo já fiz a massa e tapei o buraco, que fica bem na minha porta, porque já sou de idade, e tenho medo de cair num buraco desses”. Afirma o Sr. Florisval Ferreira Pinto, que é morador da Praça João Pessoa, no centro de Garanhuns, e convive a mais de duas semanas (segundo sua declaração), com um grande buraco na porta de sua residência.

Buraco em frente a casa Sr. Florisval da Praça João Pessoa

Buraco na calçado superior da Av. Santo Antonio 

As obras de manutenção do abastecimento de água e esgotamento sanitário, é de responsabilidade da Compesa, mas  segundo o Sr. Hélio Faustino, Secretário de Serviços Públicos e obras de Garanhuns, existe um acordo entre a Prefeitura e a Compesa, no que diz respeito ao fechamento dos buracos, que ficam nas vias publicas, após as obras da Compesa.”A Compesa abre o buraco, faz o serviço, e libera o pagamento de uma taxa fixa, por cada buraco feito em via pública, então a Prefeitura recolhe essa taxa, e emite a ordem de serviço, para a secretaria de obras tapar o buraco” Afirma o Secretário, que em entrevista exclusiva para o Jornal Crer em Pernambuco, se comprometeu e iniciar as obras de recuperação, das vias da Avenida Santo Antonio e Praça João Pessoa, realizando o fechamento dos buracos até a tarde de Hoje (25).

Buraco em frente a Casa da Cinquentinha na Praça João Pessoa.

Buraco na calçado superior da Av. Santo Antonio.

Fonte: Jornal Crer em Pernambuco
Foto e Reportagem: Juliana Dias - DRT: 5391/PE
Editor chefe: Beto Duran - DRT: 2255/PE

ECONOMIA: Liberado o início das obras do Garanhuns Garden Shopping

Após tanta espera e muitas viagens dos sócios do empreendimento em Garanhuns, enfim começam a chegar boas notícias do futuro centro de compras.                                                                                                                            De acordo com um dos sócios do futuro Garanhuns Garden Shopping, Jaime Filho, em reunião ocorrida na manhã dessa segunda feira (24), com a participação dos demais sócios Jânio Almeida e Claudemir Filho, a negociação com o proprietário da fábrica de bebidas, localizada na área a ser construída que era o principal motivo do atraso no calendário de obras daquele mall,  foi enfim finalizada de forma positiva o que torna viável o início das construções. O G. Barbosa por sua vez, hipermercado já anunciado e confirmado para fazer parte do complexo, aguarda apenas o início dessa obra, pois o novo projeto já contempla esse empreendimento.
O proprietário do Grupo mineiro TENCO, Eduardo Gribel, assim como o Governador Eduardo Campos e seu Secretário de Desenvolvimento, Márcio Stefanni, além do Prefeito de Garanhuns Izaías Régis, Ex prefeito Sandoval Cadengue e ex vereador Mário Faustino, todos com influência decisiva sobre o resultado da questão, já foram devidamente comunicados acerca do resultado positivo destas negociações. A partir de agora, espera-se somente a declaração oficial da TENCO e do Grupo garanhuense 3JC para darem o ‘start’ nas obras.

O empresário Eduardo Gribel, inclusive, informou na reunião com o prefeito que programará um grande evento já durante o FIG para marcar o início da tão esperada obra.   Outras notícias a qualquer momento.

Fonte: Assessoria de comunicação do GGS.

segunda-feira, 24 de junho de 2013

SOBRE RODAS: PRF-PE registra 11 acidentes e uma morte na volta do feriado de São João

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 11 acidentes, envolvendo 19 veículos, com seis feridos e uma morte nas rodovias que cortam Pernambuco na volta do feriadão de São João, nesta segunda-feira (24). A contagem abrange ocorrências registradas da madrugada até o início desta noite. O óbito notificado foi de um motociclista de 25 anos na BR-424, em Calumbi, no Sertão do estado, às 4h30. A moto colidiu frontalmente com um carro de passeio.

A PRF calcula que, aproximadamente, 120 mil veículos devem trafegar pela BR-232 no sentido interior-capital nesta segunda. A corporação considera o período entre 16h e 20h o de maior fluxo nas rodovias do estado. As BRs mais movimentadas são a 101, 232 e 408. Todas elas apresentam retenções em alguns trechos. O balanço da Operação São João será divulgado na terça-feira (25).

Até esta segunda, a Operação Lei Seca em Pernambuco, que teve início no dia 1º de junho, apreendeu 477 carteiras de habilitação de pessoas alcoolizadas ou com documentação vencida. Ao todo, 24 motoristas foram autuados pelo crime de alcoolemia após a realização do teste do bafômetro. A ação segue até o próximo dia 30 nos principais polos de animação do estado, como RecifeCaruaruArcoverdeCarpinaLimoeiroGravatáOuricuri e Araripina.

Fonte: G1

ELEIÇÕES 2014: Voto biométrico em Garanhuns

Após o avanço da votação por urna eletrônica - artefato tecnológico desenvolvido em solo brasileiro, primeiramente, implementado nas eleições de 1996 e, que ainda serve de modelo a outros países - no regular desenvolver do processo tecnológico, surge o sistema biométrico em que o eleitor registra seu voto por meio de identificação individual, baseada em medidas biológicas, ou seja, nas suas impressões digitais.

Nesse sistema, os eleitores são previamente submetidos ao recadastramento biométrico, que os habilita a serem identificados por meio de suas impressões digitais nas eleições realizadas pela Justiça Eleitoral. Assim, seus dados passam a constar do banco de dados dessa Justiça especializada, que terá elementos para identificar, inequivocamente, o cidadão. Este, no dia do pleito, após por sua digital no equipamento biométrico que o reconhecerá, por suas digitais já cadastradas, poderá exercer seu direito de voto na urna eletrônica. O reconhecimento, verificação e identificação do eleitor acontece por intermédio de sensores que coletam os dados e os confrontam com aqueles previamente cadastrados no banco de dados da Justiça Eleitoral. Essa tecnologia, utilizada inicialmente nas eleições de 2008, já alcançou um total de 60 cidades de 23 estados nas eleições de 2010.

Desde o dia 02 de abril, Garanhuns iniciou o processo de recadastramento biométrico do seu corpo eleitoral. O processo segue até o dia 14 de janeiro de 2014 e, segundo informação do Cartório Eleitoral 56ª zona, que funciona em Garanhuns, sob a chefia do Dr. Valter Coutinho, o eleitor conta com a facilidade do agendamento eletrônico para o seu recadastramento, através do site do Tribunal Regional Eleitoral - TER, evitando assim, filas.

Após o agendamento, o eleitor deve-se dirigir ao Cartório Eleitoral de Garanhuns, que fica na Av. Barão de Nazaré - São José, no dia e hora marcados, quando será prontamente atendido mediante a apresentação dos documentos pessoais como RG, CPF, comprovante de residência e o Titulo anterior, se o cidadão já portar esse documento.

No processo de recadastramento biométrico, o eleitor terá sua assinatura digital colhida por um técnico eleitoral, assim como as digitais eletrônicas de todos os dedos das mãos, além de ser tirada uma foto para ilustrar o caderno de reconhecimento do eleitor, usado nos dias dos pleitos eleitorais.

A implementação do processo de votação biométrica conferirá maior segurança e confiabilidade à identidade do eleitor, excluindo, em definitivo, eventual possibilidade de fraude no procedimento de votação, quando uma pessoa, quiçá, poderia votar por outra, uma vez que, em o novo sistema, antes de exercer o direito de voto, a tecnologia implementada certificará, pela impressão digital – registro individual e único - a identidade do votante.

Ressalta-se que não haverá alteração no momento do voto na conhecida urna eletrônica. A distinção está na liberação para a votação, que não mais será realizada pelos mesários, e sim com a leitura das impressões digitais do próprio eleitor pela tecnologia implementada, antes mesmo do eleitor se dirigir à urna para votar.
È evidente que esse sistema, além de facilitar o processo de votação, resguarda e protege o processo eleitoral como um todo.

O Tribunal Superior Eleitoral, dando prosseguimento a esse trabalho, está com uma campanha de ampla divulgação quanto à importância do recadastramento, que é obrigatório nas respectivas localidades onde está sendo realizado, sob pena de cancelamento do respectivo título de eleitor, com as consequências inerentes.

A Justiça Eleitoral espera que, até abril de 2014, tenham sido implementados 10 milhões de recadastramentos de eleitores, os quais já poderão exercer seu direito de voto nas eleições de 2014, que se avizinha, com a nova tecnologia, facilitando o trabalho de todos – eleitores e servidores da Justiça Eleitoral.

Serviço:
Site para agendamento do recadastramento biométrico: www.tre-pe.jus.br


Fonte: Jornal Crer em Pernambuco
Reportagem: Juliana Dias - DRT: 5391/PE
Editor chefe: Beto Duran - DRT: 2255/PE  

domingo, 23 de junho de 2013

ARTE & LAZER: Mestres dão brilho à Fenearte

Em tamanho, a Feira Nacional de Negócios do Artesanato atende aquela vocação já folclórica do pernambucano para os superlativos: com estimativa de negócios da ordem de R$ 40 milhões, público de mais de 300 mil visitantes e mais de cinco mil expositores, é o maior evento do tipo, na América Latina. Mas a Fenearte não é só quantidades.
Além do grande varejão artesanal que faz o grosso e a alegria da feira, algumas de suas alas concentram obras de status autoral – e consequente maior valor agregado. Um dos espaços de excelência do evento, o chamado Salão de Arte Popular Ana Holanda está pronto para expor 50 peças, assinadas por mais novos ou mais veteranos artistas.
Para a 14ª edição da Fenearte, que tem início no próximo dia 4 de julho, cerca de 122 peças foram inscritas por artesãos para disputar os prêmios do salão. “Podem concorrer artesãos de todo o Brasil”, diz Célia Novaes, coordenadora, em Pernambuco, do Programa Nacional do Artesanato. Delas, 50 peças foram pré-selecionadas pelo arquiteto e curador Carlos Augusto Lira e, então, votadas por uma comissão de cerca de dez pessoas, entre colecionadores, estetas, professores e estudiosos. “É uma forma de incentivar e quebrar antigos preconceitos com a arte popular”, diz Lira.
De todas que estarão expostas no salão, três ostentam os prêmios da comissão. “Alguns dos artistas e artesãos inscritos já receberam prêmios em outras edições. Aliás, alguns colecionam tantos prêmios que resolvemos distingui-los como hors concours”, diz Lira. 
O artesão Roberto Vidal, de Igarassu, por exemplo, aparece no salão deste ano com a distinção. Suas esculturas de madeira são crônicas figurativas da vida ainda rural de alguns rincões de Região Metropolitana do Recife. Nesta edição, ele participa com uma corrida de cavalos esculpida num tronco de madeira. O artista Moisés, de Igarassu, levou o primeiro lugar com a obra  Encontro de caboclinhos, um tronco de jaqueira cuidadosamente esculpido com figuras de bois e vaqueiros. 
Revelação desta edição, e uma das apostas do próprio Carlos Augusto Lira, que se esforçou para trazê-lo para o evento, o paraibano José Fábio Vicente da Silva, conhecido como Zé Pituca, ficou em segundo lugar.
Policial da cidade paraibana de Areias, ele tem ganho atenções com suas cerâmicas na cor natural que trazem cenas intensamente surreais, mistos de quadros da vida interiorana com situações oníricas e carga sexual. Sua peça vencedora deste ano chama-se Armagedon.
Wagner Porto, de Garanhuns, assina a peça premiada com o terceiro lugar, um bem humorado boneco articulado com um moinho de cabaças. “Uma das características de Wagner, que vive numa comunidade quilombola de Garanhuns, é o aproveitamento de restos de madeira”, diz Célia Novais.
Este ano, muitas peças apresentaram uma polidez excessiva aos olhos de alguns julgadores. “Tem muita peça por aí polida demais. Tem gente meio que emulando o artesanato asiático”, observava o artista plástico José Barbosa, um dos convidados para a comissão.
Na última sexta-feira, uma outra comissão, formada por professores, artistas plásticos e designers escolheu os vencedores para o prêmio Frans Kracjberg, um prêmio de reconhecimento para outro espaço autoral da feira, a Galeria dos Reciclados. Com curadoria de Ticiano Arraes, a galeria que busca incentivar e expor peças feitas a partir da reciclagem de materiais industriais, uma forma de amenizar o descarte de materiais do consumo, recebeu 149 inscrições. Teve também 50 peças selecionadas. 
A obra Casa de vidro, do olindense DaMatta ficou em primeiro lugar na categoria Arte Reciclada. Na categoria a Artesanato Reciclado, a peça a Marinete, de Jorge das Maquetes, ficou em primeiro. 
Numa das entradas principais da Fenearte, o público passa, obrigatoriamente, pela chamada Alameda dos Mestres. Ali, estarão expostas e em comercialização peças de artistas e artesãos que são considerados expoentes ou referências no trabalho que realizam. “São, acima de tudo, pessoas que, além da notoriedade estética, influenciam outros artistas e são responsáveis pelo repasse de informações do uso de técnicas e materiais”, diz Célia. Este ano, serão 50 mestres na alameda (eram 40 no ano passado). 
Um deles é José Francisco da Cunha, ou simplesmente Mestre Cunha, morador de um bairro periférico nos arredores do Aeroporto dos Guararapes que começou a confeccionar seus veículos e animais antropomórficos e policromados há menos de dez anos. Peças de madeira emassadas para ganhar uma textura que, ao olhar mais apressado, se fazem confundir com louça. “Cunha é um dos nomes mais interessantes desses novos artistas, alguém, que, com seu trabalho, ajuda a diminuir as diferenças entre a chamada arte popular e erudita”, diz o arquiteto e colecionador Carlos Augusto Lira. “Sai tudo da minha cabeça”, diz Cunha, sem muito interesse em teorizar sobre si próprio.


Fonte: JC online.

sábado, 22 de junho de 2013

ECONOMIA: A força dos shoppings no interior

Terreno preparado para iniciar o tão esperado Garanhuns Garden Shopping
O poder de compra e a elevação do nível de exigência do consumidor do interior vem fomentando o anúncio de novos shopping centers fora das regiões metropolitanas das capitais brasileiras. “Estamos falando de um crescimento de renda no geral e que a chegada de novos shopping também fortalece”, garantiu o presidente da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), Luiz Fernando Veiga. Para se ter ideia, segundo o presidente, até o fim de 2013, os empreendimentos estarão equilibrados em distribuição entre capitais e cidades fora delas. E já a partir de 2014, os números de malls estarão em maior número no interior, por conta dessa descentralização do poder de consumo. “Até o fim do ano, haverá um recorde de inaugurações de shoppings, com novos centros em 41 cidades. Em 2014, serão mais 32”, contou.

Somente em Pernambuco, duas novas unidades serão inauguradas (Petrolina e Vitória) neste ano, somando quase 50 mil metros quadrados de Área Bruta Locável (ABL), e mais outra entregue em 2014, além de uma expansão de um shopping já existente. As cidades tiveram um crescimento forte de renda por conta de indústrias anunciadas nos locais e centros de pesquisa que elevaram o nível do trabalho, alavancando os salários pagos nos últimos anos. Os dados oficiais, porém, ainda não refletem essa realidade. Dados do IBGE, do censo de 2010, mostram que o rendimento médio mensal das pessoas que possuem renda é de R$ 862,06 (Caruaru), R$ 847,71 (Garanhuns), R$ 937,07 (Petrolina) e R$ 669 (Vitória de Santo Antão).

Apesar desse novo contexto, a sustentabilidade dos projeto está sendo colocada em xeque. De acordo com o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), o cálculo base de viabilidade de um empreendimento em uma cidade é feito na relação habitantes x porte, sendo a cidade de 150 mil pessoas para um mall de porte médio. O presidente não concorda. “É preciso considerar que a viabilidade no interior é mais barata. Os preços dos terrenos são mais baratos. O shopping aumenta o valor do emprego, disciplina o mercado, valoriza o entorno, entre outras intervenções”, pontuou.

Caruaru, no Agreste, é um exemplo prático dessa “contradição”. A cidade possui 315 mil habitantes e três shoppings, sendo dois médios e um de grande porte. Nessa conta, a cidade deveria ter, no mínimo, 500 mil habitantes. O North Shopping Caruaru teve anúncio de quarta expansão antes mesmo de inaugurar a terceira. São mais R$ 40 milhões para a cidade. “Assumimos uma postura regional dentro de Caruaru. Nosso mercado não atende mais apenas a cidade. Até nosso perfil de lojas é diferenciado, dentro de um complexo que contempla hotel e novas possibilidades de crescimento”, avaliou o superintendente do North Shopping, Marcus Belarmino.

O diretor executivo da Associação Pernambucana de Shopping Centers (Apesce), Raimundo de Almeida, afirmou que espaços para novos empreendimentos no interior de Pernambuco existem, mas o investimento precisa de análise forte. “Não se trata de qualquer interior e depende da dimensão do empreendimento”, destacou. “Vale lembrar que eles chegam menores e crescem com o mercado”, esclareceu.

Mapa das cidades do interior de Pernambuco que recebem shopping

Caruaru - 314 mil habitantes (três shoppings)
Petrolina - 293 mil habitantes (dois shoppings)
Vitória de Santo Antão - 129 mil habitantes (um shopping)
Garanhuns - 129 mil habitantes (um shopping)

Fonte: 
André Clemente - Diário de Pernambuco
Publicação: 19/06/2013

sexta-feira, 21 de junho de 2013

MANIFESTAÇÃO EM GARANHUNS: Manifestação pacifica

Foto: Beto Duran 

Nos últimos dias, o Brasil está vivenciando uma série de protestos que foram mobilizado pelas redes sociais que, levam e, continuam levando para as ruas milhares de pessoas. Inicialmente a reivindicação era pelo aumento das tarifas do transporte público, mas, depois o movimento foi se estendendo contra a corrupção e a favor dos direitos humanos.
Na tarde de ontem (20), Garanhuns, juntou-se ao grito do Brasil, e ecoou pelas ruas da cidade um desabafo que clamava pelo fortalecimento da democracia. Segundo a Policia Militar, cerca de 5 mil pessoas se fizeram presentes na manifestação da cidade que se concentrou às 4h, em frente do Parque Euclides Dourado, e seguiu pacificamente até a Avenida Santo Antônio, culminando em um ato simbólico de amor a pátria, quando os manifestantes sentaram-se no chão em frente do palácio Celso Galvão (Prefeitura), e entoaram harmonicamente, o Hino Nacional Brasileiro, emocionando os presentes.
Para Taísa Oliveira, uma das criadoras do grupo do Facebook, responsável pela convocação para a mobilização, a resposta da juventude de Garanhuns, em respeito a cidadania, foi muito gratificante. “Pensamos em nos juntar ao clamor nacional, e o Facebook nos ajudou muito, ver o povo na rua, exigindo que seus direitos fossem garantidos é muito lindo,” Afirma a ativista.
As reivindicações em Garanhuns, eram solidárias às do resto do Brasil, mas, protestos locais também ilustraram os cartazes, que eram levantados ao longo da caminhada. Opinião contrária a criação de novos tributos municipais, o pedido da criação de uma pista de skate no Parque Euclides Dourado, e uma intervenção na saúde pública do município, eram alguns alvos de reivindicação em Garanhuns. “Sou enfermeira residente do Hospital Regional Dom Moura, trabalho sem a menor condição naquele hospital. Falta profissionais, falta medicamentos, falta estrutura de acolhimento aos pacientes, não tem UTI, não tem nada. Precisamos de uma intervenção urgente naquele hospital”, afirma a ativista Larissa Lopes, que compunha uma grupo de enfermeiras, todas vestidas com jalecos brancos e narizes de palhaço.
Assim como no resto do Brasil, os manifestantes de Garanhuns se colocaram também contra a aprovação da PEC 37, que limita o poder de investigação do Ministério Público, contra a corrupção na política brasileira, e pedindo investimentos no transporte público, saúde e educação. “Nós, da Associação dos Docentes da UFRPE (ADUFRPE), aderimos também a essa manifestação e nos fazemos presentes na condição de cidadãos e de militantes, que acreditam que podemos construir uma sociedade com justiça social, qualidade de vida, educação de qualidade e saúde digna”, declara Marcos Oliveira, presidentes da ADUFRPE em Garanhuns.
A manifestação terminou por volta das 7h, quando o grande grupo se dispersou na Avenida Santo Antonio. Uns foram para suas casas, mas, um pequeno grupo de cerca de 100 ativistas, seguiu para a Avenida Rui Barbosa, estendendo os protestos, impedido a passagem de carros na avenida ao sentarem no asfalto. A Polícia Militar acompanhou de perto, e realizou as negociações necessárias, quando os ânimos dos ativistas se alteraram. Vale parabenizar a ação policial e da Guarda Municipal, que souberam conduzir suas ações, para intervir de forma correta, quando necessário. Mas, os parabéns, sem dúvida, são para os participantes do movimento que fizeram valer a cidadania de forma pacífica, rumo ao fortalecimento da democracia brasileira. (em ressalva aos atos de pichação que aconteceram isoladamente).

Fonte: Jornal Crer em Pernambuco
Foto: Beto Duran 
Reportagem: Juliana Dias - DRT: 5391/PE
Editor chefe: Beto Duran - DRT: 2255/PE


VÍDEOS: Assista aos vídeos da manifestação em Garanhuns/PE

Os vídeos foram gravados pelo repórter Beto Duran do Jornal Crer em Pernambuco. O primeiro em frente a Prefeitura de Garanhuns, quando os manifestantes exigiam a aparição do prefeito, Izaías Régis. O segundo vídeo mostra a caminhada dos manifestantes ainda no inicio do protesto em direção ao centro da cidade.



Fonte: Jornal Crer em Pernambuco
Vídeo e Reportagem: Beto Duran - DRT: 2255/PE

quinta-feira, 20 de junho de 2013

MANIFESTAÇÃO EM GARANHUNS: 5 mil pessoas, segundo a Polícia Militar. Confira as fotos!

A manifestação começou na hora marcada, tendo como ponto de partida da maioria dos manifestantes o Parque Euclides Dourado. Tudo transcorreu na mais perfeita ordem. A Polícia Militar acompanhou toda caminhada bem de perto e, com um efetivo pronto para qualquer situação. O comercio da cidade não quis conferir no que iria dar e fechou as portas durante a passagem da manifestação. Agencias bancárias foram fortemente guardadas por policiais. O prédio do governo municipal, Palácio Celso Galvão, foi resguardado por vários policiais e guardas municipais..
O ato foi acompanhado pelos reportares: Juliana Dias, Jane Pimentel e Beto Duran, todos do Jornal Crer em Pernambuco.
Confira as 30 fotos:































Fonte: Jornal Crer em Pernambuco
Fotos: Beto Duran 
Reportagem: Beto Duran e Juliana Dias - DRT: 5391/PE
Editor chefe: Beto Duran - DRT: 2255/PE